Denúncia grave: Sol Rojo, do México, emite alerta geral sobre prisão de dirigentes

A- A A+

Reproduzimos denúncia feita pela Corrente do Povo Sol Vermelho (Sol Rojo), do México.


O velho Estado mexicano emitiu sete pedidos de prisão para revolucionários mexicanos que são lideranças da seção nove do Sindicato Nacional Independente dos Trabalhadores da Saúde (SNITS), sendo um deles também dirigente da Corrente do Povo Sol Rojo.Os pedidos de prisão foram feitos após uma vitoriosa paralisação de 25 dias no setor da saúde, onde o sindicato combativo exigiu a reintegração de mais de 170 demitidos. Para tentar aplastar o forte movimento independente, o governo de Oaxaca começou uma campanha de perseguição aos militantes.

A seção 9 do SINTS faz parte do projeto histórico da Federação Intersindical, como expressão organizada do sindicalismo de caráter classista, e todos os seus membros são uma parte ativa da organização democrática Corrente do Povo Sol Rojo.

Ela é afiliada à Frente Unificadora dos Sindicatos Independentes de Oaxaca e Nacional (F.U.S.I.O.N.) e também à Nova Central de Trabalhadores (NCT), que, em nível nacional, vem impulsionando a via para a combatividade do movimento sindical.

Sobre a tentativa de repressão e desmobilização do movimento democrático e revolucionário, o Sol Rojo declara que: "Dada a clareza político-ideológica de nossos camaradas sindicais e a combatividade da base de trabalho, não nos surpreendemos com a atitude do velho Estado, nem com o essas e outras ordens de prisão contra nossa militância e nossos líderes. Isso faz parte da luta de classes!

Mas, diante da repressão do velho Estado, continuaremos a recorrer à vigorosa e combativa mobilização das massas populares.

Nossa organização se declara em alerta geral a qualquer agressão do regime e seus lacaios;  Nossos contingentes no campo e na cidade estão prontos para responder", afirmam os revolucionários.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza