Relato: Cine debate discute ‘Massacre de Pau D’Arco’ em Guarulhos (SP)

A- A A+

No último dia 10 de setembro, aconteceu, na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em Guarulhos (SP), um importante cine debate que discutiu a situação das massas camponesas no Brasil, com o documentário Terra e Sangue - Bastidores do Massacre de Pau D'Arco, uma produção do jornal A Nova Democracia com direção de Patrick Granja.

Por ser uma reunião inaugural, a maioria dos presentes nunca tinha frequentado uma reunião do Comitê de Apoio ou tido contato com o jornal, mas, mesmo assim, os participantes se lançaram em fazer falas em defesa da luta pela terra, colocando que este velho Estado nunca será capaz de acabar com o massacre e com a opressão contra os camponeses pobres. Além disso, ressaltaram a justeza das tomadas de terra e saudaram o trabalho das Ligas de Camponeses Pobres por tomar a terra, destruir o latifúndio e por germinar os embriões para a construção futura de uma nova sociedade.

Os companheiros também denunciaram que todos os governos anteriores e o atual de Bolsonaro/generais cumpriram, no essencial, com a pauta latifundiária, concentrando mais terras nas mãos do agronegócio (latifúndio de nova roupagem) e impulsionando a expropriação dos camponeses pobres, além de negar o acesso à terra de dezenas de milhões de famílias.

Os participantes também propuseram fazer uma brigada de divulgação, com o intuito de ampliar o debate para além da reunião sobre o jornal e as lutas camponesas, convidando os estudantes da Unifesp a participarem da próxima. A brigada ocorreu no dia seguinte ao cine debate, 11 de setembro, e nela participaram dez estudantes que distribuíram 110 exemplares de edições antigas do jornal pedindo contribuições. A brigada foi muito positiva, tanto por ser a maior brigada já feita em Guarulhos (até agora), quanto pela recepção das massas da Unifesp, que apoiaram o trabalho do jornal e ajudaram contribuindo.

Terra a quem nela vive e trabalha!

Viva o Comitê de Apoio ao jornal A Nova Democracia em Guarulhos!

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza