GO: Camponês é preso injustamente acusado de integrar ‘organização criminosa’

A- A A+

No dia 10 de setembro, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) denunciou a prisão de Natalino de Jesus, em Mozarlândia, no estado de Goiás, (GO), enquanto o mesmo se dirigia para Goiânia para visitar sua família. 

Em 2016, Natalino, que é camponês e trabalhador, participou de uma ocupação das terras da Usina Santa Helena, em Santa Helena de Goiás, pertencente ao grupo Naoum, um dos maiores devedores da União e que acumula dívidas trabalhistas e ambientais há anos. 

Por esse motivo, Natalino, junto com José Valdir, Luís Batista e Diessyka Lorena, foram acusados de integrar uma “organização criminosa”, com base na lei 12.850/2013. Segundo o Ministério Público de Goiás, a referida organização criminosa era o “Movimento Sem Terra”, “um ajuntamento de aproximadamente mil pessoas”. 

Apesar do absurdo e da acusação que contraria a própria constituição (que assegura, em tese, o direito à luta pela “reforma agrária”), os trabalhadores resistem ocupando o latifúndio do grupo Naoum, no acampamento Leonir Orback, como noticiado por AND em julho deste ano.

Foto ilustrativa

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja