SP: Polícia reprime brutalmente a greve dos trabalhadores da Embraer

A- A A+

Em 25 de setembro, a Polícia Militar de João Doria reprimiu duramente os trabalhadores da Embraer que haviam decretado greve no dia anterior, em São José dos Campos, interior de São Paulo.

Na parte da manhã do dia 25 uma assembleia da categoria decidiu manter a greve, porém, algumas horas depois, a PM agiu com violência e obrigou que os trabalhadores entrassem. Este fato fez com que a greve fosse suspensa.

Leia também: Com medo de greve, general Heleno espiona mobilização na Petrobras

Imagens que circulam nas redes sociais mostram um grevista no chão sendo agredido covardemente por um grupo de policiais (foto abaixo).

Os funcionários da Embraer decidiram pela paralisação em decorrência do reajuste de apenas 3,28% nos salários, que começaria a ser pago em setembro. Eles exigem um aumento de 6,37% e reivindicam a manutenção de cláusulas do contrato de trabalho.

Foto: Reprodução

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja