Vale terrorista persegue professor que denunciou crimes da mineradora

A- A A+

O docente da Universidade Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e documentarista Evandro Medeiros irá a julgamento na esfera criminal no próximo dia 22 de Outubro em ação iniciada pela mineradora Vale, que o acusa de ter realizado uma manifestação, na qual, segundo a mesma, “houve obstrução do trilho e que isso poderia ter provocado acidentes com o trem de carga e de passageiros”.

O professor Medeiros explica que o que aconteceu, de fato, foi uma aula aberta, na qual eram visitadas as áreas com risco de rompimento devido às atividades da Vale. Segundo o professor, “a intenção era levar os alunos para observarem essa realidade e compreenderem que aquilo que aconteceu em Mariana, acontece cotidianamente em Marabá. Cotidianamente as pessoas são violadas em seus direitos e são impactadas pela atividade da mineração, na qualidade de vida delas. Éramos 35 pessoas, não tínhamos nem condições de bloquear os trilhos. Não tínhamos barricada, madeira, ou qualquer coisa do tipo e também nem era intenção, estávamos para um ato discursivo”.

A ação foi impetrada logo após o rompimento da barragem da mineradora que soterrou a cidade de Mariana, em 2015. Ainda segundo Medeiros, o processo é uma clara tentativa de censura.

“Quando ela processa um professor universitário, mais que uma liderança comunitária, quando ela processa um advogado dos movimentos sociais ou um religioso que assessora os movimentos, ela está dizendo que pode processar qualquer um, ‘então não se envolvam em atos, atividades contra a mineração, não façam denúncias, fiquem calados, porque eu posso levar qualquer um a cadeia’… quase que dizendo que tem a justiça nas mãos”, relata o professor.

Uma rede de solidariedade tem se mobilizado e crescido cada vez mais para apoiar o professor, assim como os mais de 170 processados pela Vale.


Manifestação contra a Vale. Foto: Reprodução/Redes sociais

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja