USA: Revolucionários homenageiam obra e luta de Cleomar Rodrigues, dirigente camponês da LCP

A- A A+


Altar construído pelo Comitê de Apoio à Luta Popular no Brasil (CALPB) em Los Angeles em homenagem ao dirigente camponês Cleomar Rodrigues

Na noite de 22 de outubro, o Comitê de Apoio à Luta Popular no Brasil (CALPB) em Los Angeles realizou uma celebração pela vida e luta de Cleomar Rodrigues de Almeida, dirigente camponês da Liga dos Camponeses Pobres (LCP) em um complexo de apartamentos no Centro-Sul. O dia 22 de outubro marcou cinco anos da morte de Cleomar. A realização do evento só foi divulgada quase uma semana depois.

No início do evento, os apoiadores do CALPB contaram aos participantes sobre a vida de Cleomar, revolucionário brasileiro e coordenador político da LCP que foi assassinado naquela data, cinco anos atrás, por latifundiários em consequência de sua incansável luta pela Revolução Agrária. Eles então convidaram os participantes a jantar feijoada, honrando o prato tradicional brasileiro, cozinhado por um apoiador. Frascos de mel também foram vendidos para arrecadar dinheiro para ativistas revolucionários estadunidenses que enfrentam acusações legais no USA, em lembrança da prática apícola de Cleomar e como ele vendia o mel para arrecadar fundos para presos políticos.


Bolo servido no evento com a gravura de Cleomar

Depois que os participantes se sentaram para comer, os organizadores fizeram uma apresentação sobre Cleomar, a LCP e a sua luta inspiradora e incansável no Brasil. Esta apresentação cobriu a história da LCP e mostrou seus confrontos com latifundiários, polícia e outras forças reacionárias. Os participantes aplaudiram enquanto um vídeo mostrava camponeses perseguindo policiais armados apenas com paus e pedras. Um apoiador observou que, mesmo com a polícia atirando sobre eles, os camponeses se mantiveram fortes e superaram a repressão.

Continuando a apresentação, os apoiadores destacaram as ações inspiradoras realizadas em todo o Brasil, desde a Greve Nacional que aconteceu em mais de 200 cidades até os camponeses pobres que resistem às reintegrações de terras, estabelecendo bloqueios de estradas e expulsando policiais. “É uma história linda, mas também de grande aprendizado para nós”, disse um inquilino do complexo de apartamentos.

“A melhor maneira de apoiar [a luta da LCP] é fazer a revolução aqui no USA. Eliminar o imperialismo da face da terra!”, afirmou um apoiador, apelando ao internacionalismo revolucionário. 

A apresentação então terminou mostrando fotos de demonstrações de solidariedade pintadas com spray que afirmavam Viva a vida do companheiro Cleomar 1967-2014 e Abaixo ao Bolsonaro e o Imperialismo do USA. Apoie a Luta no Brasil! Um apoiador sugeriu aos participantes a se manterem atualizados sobre os avanços da luta no Brasil, a realizarem propaganda em solidariedade à LCP, aderirem ao CALPB e a outras organizações de massa revolucionárias.


Pichação de revolucionários estadunidenses em que diz “Apoie a luta revolucionária no Brasil!”

Pichação de revolucionários estadunidenses em que diz “Vida longa ao camarada Cleomar! 1967-2014”

Pouco depois da apresentação, os apoiadores levaram os inquilinos e seus filhos a um jogo da festa que contou com pinhatas cheias de doces com o rosto de Jair Bolsonaro e o outro de Charles Quarles, proprietário do complexo, que havia aumentado o aluguel e se recusado a fazer reparos para os inquilinos do Comitê do Bairro da Rua 28. 

As crianças, de acordo com o portal de notícias revolucionário Incendiary News, saltaram de alegria ao dispararem armas de brinquedo contra a cabeça dos reacionários e ao bater nas suas pinhatas. Camisas do movimento Servir ao Povo - Los Angeles foram distribuídas como prêmios aos participantes junto com adesivos com a palavra de ordem: A gentrificação traz destruição, mas se ousarmos lutar, ousamos vencer!


Criança segura a cabeça da pinhata de Jair Bolsonaro


Uma criança bate na pinhata de Jair Bolsonaro

Uma vez terminado o jogo do partido, os membros do CALPB fizeram um discurso sincero diante de uma confraria dedicada ao camarada Cleomar.

"Cleomar foi um extraordinário dirigente revolucionário da LCP. Podemos aprender muito com Cleomar, especialmente a importância da coragem. Cleomar teve a coragem de dar sua vida à Liga dos Camponeses Pobres e trabalhar para a revolução. Assim como os camponeses da LCP, podemos deixar que o assassinato [de Cleomar] nos inspire e deixe que sua vida nos ensine. Embora a LCP, os camponeses e o proletariado brasileiros estejam distantes em quilômetros, eles estão mesmo ao nosso lado na luta contra aqueles que nos exploram e oprimem!”.

“À medida que o povo brasileiro combate e resiste heroicamente à dominação do imperialismo ianque seus lacaios no velho Estado reacionário, bem como ao crescente fascismo de Bolsonaro e sua administração, sua luta se intensifica. Aqui, no coração do imperialismo, a luta continua a crescer também. Os movimentos populares no Brasil fornecem inspiração e um exemplo brilhante para aqueles que, no USA e no resto do mundo, compartilham sua luta contra a opressão e a exploração”, acrescentou o portal Incendiary News.

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja