Nos 50 anos de sua morte, Marighella é homenageado em muro do Rio

A- A A+

Foto: Reprodução/Redes sociais

Nas vésperas do aniversário de 50 anos do assassinato do revolucionário baiano Carlos Marighella, um dos símbolos da resistência ao regime militar fascista, grafiteiros do Rio de Janeiro fizeram uma homenagem a este herói do povo brasileiro com uma arte num muro do bairro de Botafogo, na zona sul da cidade.

Segundo informações enviadas à Redação de AND, o grafite teve tamanha repercussão que, em menos de 24 horas, as "autoridades" cariocas mandaram apaga-lo. 

Hoje, em todo o Brasil, a figura de Marighella está recebendo homenagens pela passagem dos 50 anos de sua morte, em 4 de novembro de 1969. A memória do cofundador da Aliança Libertadora Nacional (ALN) é reverenciada por organizações democráticas e revolucionárias como uma referência de luta contra o fascismo, ainda mais no atual contexto de golpe militar contrarrevolucionário preventivo que está em marcha no Brasil.

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: anovademocracia@gmail.com

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ellan Lustosa
Mário Lúcio de Paula
Patrick Granja