PR: Camponeses são atacados em despejo ilegal e violento

A- A A+

Reprodução/MST

No dia 3 de dezembro, cerca de 50 famílias acampadas em Querência do Norte, no Paraná, foram hostilizadas de maneira violenta pela Polícia Militar (PM) em um despejo ilegal.

O ataque ocorreu na comunidade Companheiro Sétimo Garibaldi, onde os camponeses vivem há mais de um ano. Agindo com truculência, aproximadamente 150 policiais invadiram o acampamento durante a madrugada. A PM utilizou drones, helicóptero, balas de borracha, gás lacrimogêneo e spray de pimenta contra os camponeses, diversas pessoas foram feridas por bala de borracha e uma foi presa. Motos foram apreendidas e veículos tiveram seus pneus furados pela repressão. Casas foram demolidas junto com todos os pertences dos camponeses, que foram proibidos de retirar qualquer coisa.

Diante da resistência dos camponeses, o Presidente do Tribunal de Justiça em exercício suspendeu a ordem de despejo. Entretanto, a PM desobedeceu à ordem judicial e continuou executando o despejo das famílias, com ainda mais rapidez e violência. A ação configura claro abuso de autoridade, previsto como crime nos termos da Lei n. 4.898 de 1965; ato de desobediência, tipificado como crime comum no artigo 330 do Código Penal, punida inclusive com pena de detenção, além de multa; e crime de dano e constrangimento ilegal.

Esse despejo soma-se a diversos outros, recentemente publicados em AND, que são feitos na ilegalidade. O processo de negociação da área em questão está em tramitação e a prefeitura e o Incra ainda não se manifestam. A fazenda São Francisco, onde está localizada a comunidade, é devedora da União. Nove comunidades rurais onde viviam cerca 500 famílias, foram despejadas no Paraná sob as ordem e conivência do governador Ratinho Junior/PSD, no período de maio a novembro de 2019.

Reprodução/MST

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Mário Lúcio de Paula
Jornalista Profissional
14332/MG

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Mário Lúcio de Paula
Matheus Magioli
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Mário Lúcio de Paula
Ana Lúcia Nunes
Matheus Magioli
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira