Congo: Polícia tenta encerrar protesto contra aumento de tarifas universitárias e é combatida pelos estudantes

A- A A+

Na universidade de Kinshasa, no Congo, ocorreram fortes enfrentamentos entre as forças da repressão e estudantes que protestavam contra o aumento do valor das tarifas escolares na universidade. A ocasião, que resultou na morte de um policial, não teve sua data divulgada precisamente pela imprensa local, mas as "autoridades" anunciaram que retirariam à força os estudantes da universidade no dia 7 de janeiro, após o confronto.

Os confrontos ocorreram devido ao aumento da tarifa, que causou revolta nos estudantes. A polícia, por sua vez, tentou esmagar a indignação com violência e foi respondida pelos jovens. Após o confronto, a polícia lançou um ultimato para que os estudantes evacuassem o campus dentro de 48 horas, e afirmou que “qualquer estudante encontrado no campus a partir do dia 9 será considerado um infiltrado, inimigo da república, em ligação com bandidos”.

Alguns estudantes começaram a evacuar as residências estudantis, e de acordo com a imprensa congolesa, uma grande parcela dos estudantes não mora na capital e por conta disso ficará sem local de moradia.

Os estudantes protestavam contra o preço abusivo das tarifas na universidade, que é cobrado proporcionalmente ao preço do dólar, que subiu de 920 francos (moeda congolesa) para 1,7 mil francos. Com isso, a tarifa, que antes se cobrava 253 mil francos (equivalente a 150 dólares), agora passa a custar 485 mil francos (equivalente a 287 dólares).

Protesto contra o aumento das tarifas universitárias. Foto: Thomson Reuters

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza