SP: Brigadistas levam propaganda revolucionária aos trens

A- A A+

Na manhã do dia 22 de janeiro, ativistas do Comitê de Apoio ao AND de São Paulo realizaram uma brigada de vendas na linha 10 Turquesa da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Os trabalhadores que se dirigiam ao trabalho naquela manhã foram recebidos com vigorosas agitações propagandeando a linha editorial do jornal. 

Dentre outras coisas, foi denunciado enfaticamente a violência sofrida pelo povo diariamente, seja nas filas dos hospitais, no transporte público superlotado e sucateado, seja com ataques a seus direitos (como a “reforma da Previdência” e a diminuição do salário mínimo). Os ativistas expuseram que diante de tais dificuldades, o povo segue em luta e novamente é respondido com violência, com a repressão do velho Estado. Os jovens encerraram com a defesa da necessidade da rebelião e organização popular como única via pela qual as massas poderão ter um futuro sem as misérias que lhes são impostas, construindo um novo caminho rumo a Nova Democracia.

Muitos passageiros paravam para escutar atentamente a agitação. Um deles chamou um dos brigadistas para conversar, ressaltando que não tinha dinheiro para comprar o jornal, porém demonstrou concordância com a linha do AND e continuou dizendo o quão importante é jovens estarem realizando atividades daquele tipo. Jornais antigos também foram distribuídos para todos os interessados, acompanhados por pedidos de contribuição qualquer.

Foto ilustrativa

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza