RJ: Pedreiro é executado por PM e povo se revolta

A- A A+

Um senhor de 61 anos foi baleado e morto no dia 24, dia de seu aniversário, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. O caso aconteceu na comunidade favela Seis Pedal. 

Segundo  familiares, o homem, chamado José Elias de Laia, estava na casa de um filho comemorando seu aniversário. Ao fim da festa, ele foi levado para casa por outra filha, mas quando estavam chegando uma equipe da Polícia Militar (PM) entrou atirando. Um único disparo entrou pela coxa e saiu pela lateral da barriga do trabalhador. Ele não resistiu e já chegou ao Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT) morto.

No dia 25, moradores da comunidade, cerca de 50 pessoas, fizeram  protestos contra a morte do pedreiro bloqueando duas faixas do sentido Alcântara da rodovia RJ-104, na altura de Colubandê. As massas pediram justiça e criticaram a atuação dos policiais. 

A família diz que policiais, todos usando fardamento, atiraram de dentro de um carro à paisana que passava pela rua Maria do Nascimento. A filha de José afirma que não havia tiroteio no momento que os policiais atiraram.

Ele prossegue e afirma que a PM assassinou o seu pai: “Eles atiraram falando que ele estava no meio de bandido, que ele estava armado. Só que não é verdade, meu pai é trabalhador, criou cinco filhos sozinho, ele não é nada que tentaram  botar”, diz ela, que não quis se identificar.

José Elias de Laia, assassinado por PMs, São Gonçalo. Foto: Redes Sociais

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza