RJ: Povo de Belford Roxo sofre com descaso praticado pelo prefeito

A- A A+

A população de Belford Roxo tem sofrido abandono por parte da prefeitura. Os problemas são dos mais variados, sendo o atual o problema com pavimentação das vias, que impede os trabalhadores de irem ao trabalho.

Um morador do bairro Shangrilá flagrou um ônibus, no dia 27/02, atolado no trecho da estrada Miguel Couto. Segundo o morador, que preferiu não se identificar, em entrevista ao monopólio de imprensa, afirmou: “Quase todo dia um carro fica atolado na via, devido às péssimas condições principalmente depois que chove”. 

O rapaz denuncia ainda que no período de chuva o problema se torna pior pelo fato de haver muita lama e na época de tempo firme, a poeira se torna algo ainda mais difícil de suportar.

O município de Belford Roxo, que fica na Baixada Fluminense, se transformou em um péssimo exemplo de como fazer mal uso do dinheiro dos impostos, que deveriam retornar em benefício às massas trabalhadoras. Mais de 80% de vias sem calçamento, sem pavimentação  e um prefeito envolvido em vários escândalos de corrupção.

Belford Roxo tem quase 500 mil habitantes e, segundo a última medição, está na posição 2.332 no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH, índice que mede a qualidade de vida). Em educação o município tem ineficiência de penúltimo lugar no estado do RJ.

Outro descaso do governo reacionário de Waguinho/MDB é o atraso de pagamento de funcionários, que contrasta com o uso no mínimo duvidoso do dinheiro público, levantando suspeitas de beneficiamento indevido. A prefeitura gastou, por exemplo, mais de R$ 11 milhões em mão de mão da empresa burguesa Hashimoto, que teria gasto tal verba para pagar a instalação de milhares de lâmpadas Led no município. O dono da empresa já foi preso por fraude em licitação pública em outros municípios. Segundo denunciaram moradores, as lâmpadas nem chegaram a ser instaladas em alguns locais.

 Veículo atola em rua intransitável de Belford Roxo. Foto: Fala Baixada

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza