RJ: Paramilitares vendem imóveis após demolição da prefeitura

A- A A+

Após a demolição de mais de 130 residências e lojas na Operação “Tolerância Zero” do prefeito reacionário Marcelo Crivella, no dia 10/03, na comunidade Rio das Pedras, imóveis ilegais começaram a ser construídos sobre os escombros e vendidos. 

Em bairros como Muzema, em Rio das Pedras, no Anil e na Colônia Juliano Moreira, o mercado clandestino tem feito anúncios de forma pública. Nestes anúncios é possível ver fotos e contato dos vendedores. Mesmo havendo proibição, não há constrangimento por parte dos vendedores em reconhecer que é ilegal a venda dos imóveis.

Um morador do local que preferiu não se identificar afirmou: “A fiscalização passa pelas obras, mas nada acontece, os responsáveis pela obra se escondem por um momento somente e logo após a fiscalização passar, voltam a trabalhar normalmente e os prédios continuam a subir”.

O que chamou a atenção foi o fato de a prefeitura ter praticamente aberto campo comercial aos paramilitares com sua “operação”. Os “milicianos” têm agora um novo mercado a explorar, uma vez que os moradores e comerciantes perderam seus imóveis e, se quiserem de volta, terão que comprá-los novamente das mãos dos paramilitares.

Bombeiros trabalham em busca de sobreviventes após queda de dois prédio na Muzema, em abril de 2019. Foto: G1

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza