Achando-se imperador, Witzel diz que vai prender quem protestar ou furar isolamento

A- A A+

Em pouco mais de um ano de governo, Witzel é responsável por diversas operações policiais que causaram a morte de milhares de pessoas, dentre elas várias crianças nas favelas do Rio. Foto: Banco de Dados AND

Após estender o isolamento para mais 15 dias no Rio de Janeiro, o governador reacionário Wilson Witzel afirmou que quem protestar ou quebrar as regras determinadas por ele será preso. 

“Não desafiem o vírus, não desafiem a pandemia, mas se assim fizerem, determinarei que sanções sejam aplicadas, (sanções) criminais, pela ação da Polícia Militar e Civil, e outras sanções poderia vir posteriormente inclusive de responsabilidade civil. Então, quem quiser desafiar será responsabilizado”, afirmou Witzel em coletiva de imprensa.

Bastante irritado, prosseguiu: “Não tolerarei que pessoas façam aglomerações nas ruas para protestar pelo que quer que seja, se desafiarem as autoridades, os responsáveis serão presos”.

Sua fala vem no contexto de grande efervescência social, desemprego acelerado, miséria batendo às portas e em meio a protestos e saques. Apesar da ameaça ao povo, Witzel não informou na entrevista como busca solucionar o problema da fome e da falta de leitos no estado.

Faixa com os dizeres "Witzel Assassino e Terrorista!" na manifestação contra o assassinado da menina Ágatha Félix, em setembro de 2019, no Complexo do Alemão. Foto: Ellan Lustosa

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Matheus Magioli Cossa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Matheus Magioli Cossa
Ana Lúcia Nunes
Matheus Magioli
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira