PE: Moradores de residencial em Caruaru fecham a BR-232 em protesto por descaso da Compesa

Um grupo de moradores do residencial Alto Moura, em Caruaru, no agreste de Pernambuco, fecharam na tarde do dia 01/04 a BR-232, para cobrar abastecimento no local. O residencial faz parte do Programa “Minha casa minha vida” e, de acordo com a massa que se manifestava, a falta de água é uma dor de cabeça constante na vida destas pessoas. 

Os moradores protestam e afirmam que, agora com a pandemia da Covid-19, eles se sentem abandonados e ameaçados de contraí-la, pois justamente uma das principais recomendações das autoridades sanitárias é a higienização constante das mãos. 

Dezenas de moradores foram as ruas e interditaram a via no sentido Caruaru/São Caetano, por quatro horas. Eles queimaram pneus na pista para impedir a passagem de veículos. A responsável pelo abastecimento do residencial é a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), e uma das principais reclamações dos moradores é o descaso que sofrem, pois a conta chega todo mês com valores que variam de R$ 140 a R$ 180. Já a empresa nunca normaliza o abastecimento. 

O último protesto feito por eles foi em 2019, após ficarem 26 dias sem água. Na ocasião as massas também se uniram fechando vias e ateando fogo em pneus. O morador Janailson afirmou no dia, em entrevista, que a Compesa não cumpriu o combinado: “Estamos há 26 dias sem água e pagamos R$ 180 reais por mês, o combinado era que depois de seis meses seria cobrado a taxa mínima de R$ 25 e teria cinco dias com água e 15 dias sem”, protestou o rapaz revoltado.

Moradores protestaram contra a falta d'água. Foto: Banco de Dados AND

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin