México: Camponeses em luta pela água expulsam velho Estado de barragem

A- A A+

No estado de Chihuahua, no México, camponeses membros de comunidades e vilarejos nas cidades de Delicias e Camargo desafiaram ordens do velho Estado em relação ao novo coronavírus para se rebelar, no dia 26 de março, nas ruas contra a água sendo drenada da barragem La Boquilla.

Tomando vantagem da crise de saúde, o velho Estado abriu o complexo dessa barragem para tomar a água de milhares de camponeses, a fim de cumprir o chamado “Tratado Internacional da Água de 1944” que impõe a entrega desse recurso natural ao Estado imperialista ianque todos os anos, em detrimento da soberania nacional do povo mexicano.

Segundo o site da Corrente do Povo Sol Vermelho (movimento revolucionário mexicano), o aparato repressivo do velho Estado usou gás lacrimogêneo, balas de borracha, armas de fogo, veículos oficiais da Comissão Federal de Eletricidade (CFE) e da Comissão Nacional da Água (Conagua) e veículos blindados para passar por cima do povo.

Como consequência às intimidações do velho Estado, camponeses colocaram fogo em veículos da Guarda Nacional, da Polícia Federal e da Conagua. Após duros confrontos, eles conseguiram fazer o governo do velho Estado mexicano recuar.

De acordo com o portal, os camponeses do Norte do país estão se levantando para a luta pela terra e pela água, assim como os do Sul. Segundo o movimento, essa é a segunda grande vitória na luta por água registrada esse mês no norte do país. Primeiro houve a vitória contra a Constellation Brands em Mexicali, no estado de Baja California, e agora contra o saque em La Boquilla, em Chihuahua.

Camponeses da cidade de Delicias queimam ao menos dois caminhões da CONAGUA (Fonte: Sinembargo)

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza