BA: Moradores protestam após operação policial que matou bebê de sete meses

A- A A+

Moradores revoltados com ação da PM, montaram barricadas e atearam fogo em via. Foto: Redes Sociais

Moradores do bairro Mata Escura em Salvador, protestaram no dia 12 de abril, contra uma operação policial no mesmo dia, que deixou um Bebê de sete meses baleado. A criança de nome Lúcia Santos Braga, faleceu no dia 16 de abril.

O protesto começou por volta das 18h30 e durou cerca de 2h, moradores revoltados com a ação da Polícia Militar(PM) colocaram fogo em barricadas que foram montadas nas principais ruas do bairro.

Segundo uma tia da criança, a doméstica Marli da Conceição, 32 anos, a criança foi atingida quando estava no portão de casa nos braços do pai, na rua do triunfo. “Os policiais já chegaram atirando. Infelizmente, um dos tiros atingiu ela na cabeça. Ela estava no colo do pai, ele está desesperado. Eles não estavam na festa, estavam na porta de casa. Foi tudo muito rápido. Eles nem sequer deram socorro. Nós, da família, que levamos ela para a UPA”, contou.

Próximo a casa, em um campo de futebol acontecia uma festa que reunia várias pessoas, neste momento, por volta das 17h, policiais chegaram atirando no local, por causa da aglomeração. Segundo a mulher, um dos disparos atingiu a cabeça da criança. A tia ainda relata que, no local havia outras crianças e houve muita correria na hora dos disparos.

"Tinha muita gente. A polícia chegou atirando, muita gente correu. Meu cunhado estava com minha sobrinha de sete meses no colo. Quando ele ouviu os disparos correu, mas no portão mesmo ele viu sangue na cabeça da criança e foi pedir socorro" relatou.

Em nota a Polícia Militar como de práxis informou que houve troca de tiros no local, a tia da menina, no entanto negou a alegação “Realmente não tinha como ser troca de tiros, porque estava todo mundo, pai de família, na rua. Não tinha vagabundo. Toda vez que tem paredão, a polícia chega metendo bala", afirmou a mulher.

A criança foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Santo Inácio, mas pela gravidade do caso foi transferida para o Hospital Geral do Estado (HGE). A menina veio a óbito na manhã do dia 16 de abril e segundo informações, moradores pretendem fazer um novo protesto.

Lúcia Santos Braga teve a morte cerebral confirmada no dia 16 de abril. Foto: Redes Sociais

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza