SP: Policiais executam jovem de 19 anos na Zona Leste

A- A A+
Denúncias feitas por moradores da Zona Leste da capital paulista afirmam que Lucas Oliveira, jovem de 19 anos, foi covardemente assassinado por policiais militares na Cidade Tiradentes, periferia situada no extremo leste da cidade, na manhã de 11 de maio.
O crime, cometido pelas forças de repressão do velho Estado comandado pelo reacionário João Dória (PSDB), aconteceu por volta das 7h30 da manhã quando um grupo de policiais militares invadiu uma casa próxima a localidade conhecida como "Posto Glória" e mataram a única pessoa que ocupava o imóvel, o jovem Lucas Oliveira de 19 anos, mais conhecido como "Alemão". 
Moradores afirmam que Lucas já havia fugido dos policiais por ter tido envolvimento com a venda de drogas. E que, empurrado à esta situação pelas condições de miséria, desemprego e falta de perspectivas a que são atirados diariamente milhares de jovens filhos do povo por responsabilidade deste velho Estado, o jovem nunca respondeu violentamente às abordagens policiais.
Conhecido por tratar bem os moradores, pelo seu carisma e disposição a ajudar, Lucas Oliveira era muito querido por todos na Cidade Tiradentes.
Segundo amigos, o jovem já tinha afirmado que "se eles [policiais] me pegarem mais uma vez, me matam", pois anteriormente, quando detido na ocasião da venda de entorpecentes, foi espancado e ameaçado pelos PMs. 
A casa em que Lucas morava já havia sido invadida uma vez, motivo pelo qual ele sabia que corria riscos e seria perigoso continuar a residir ali. Mas, por não ter outra moradia ou condições financeiras para se mudar do local, não teve outra opção senão permanecer na casa. 
A realidade de Lucas é a mesma de muitos jovens nas periferias, que por falta de oportunidades e precisando sobreviver acabam se envolvendo com o tráfico varejista.
Denuncias dos moradores dão indícios também da tentativa, por parte dos policias, de acobertarem o assassinato afim de não despertar a revolta de amigos e vizinhos que conheciam bem o jovem.
Segundo a denuncia, os PMs alegaram às pessoas que transitavam próximo à cena do crime que "o corpo estava infectado por coronavirus", procurando dissimular a causa da morte do rapaz.
Em outra ocasião, quando perguntados sobre a morte de Lucas, os PMs tentaram usar como pretexto a desculpa de que ele estaria armado. Fato este que seria no mínimo duvidoso,  considerando que o jovem isolado foi surpreendido em sua casa sem chances de fuga por uma tropa de policias fortemente armados.
Moradores da comunidade e vizinhos relatam ainda que o jovem nunca havia sido flagrado portando armas e, segundo afirmam seus amigos, "nem com faca esse menino andava". 
A residência onde ocorreu o crime ficou banhada de sangue, com marcas que indicam que Lucas teria se arrastado pelo chão ainda ensanguentado ou mesmo teria sido arrastado pelos policial.
Lucas Oliveira de 19 anos foi covardemente assassinado por PMs. Foto: Banco de Dados AND
Marcas de sangue ficaram por toda a casa do rapaz, mostrando a brutalidade praticada pelos militares.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza