RO: Manifestação antifascista repudia governo de Bolsonaro e generais em Porto Velho

A- A A+
 Manifestantes antifascistas se concentraram em frente a UNIR. Foto: Comitê AND/PVH  
Manifestantes realizaram um ato em repúdio à extrema direita e ao governo de Bolsonaro e do Alto Comando das Forças Armadas, no centro de Porto Velho, no dia 03 de junho. 
O protesto reuniu dezenas de jovens que se concentraram na Praça das Três Caixas D'água, região central da capital rondoniense, e seguiu em direção à Reitoria da Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Todos  usaram máscaras e adotavam as medidas protetivas para evitar a contaminação.
Durante o trajeto foram entoadas palavras de ordem contra o velho Estado genocida e foi denunciada a atitude criminosa dos governos municipais, estaduais e federais frente à pandemia, abandonando as massas pobres à própria sorte, entregues à contaminação pela Covid-19.
 Exemplares do jornal AND foram distribuídos durante o ato. Foto: Comitê AND/PVH  
Em vã tentativa de intimidação, reacionários usaram alguns carros de luxo para rondar e monitorar o protesto fazendo filmagens dos manifestantes.
Após percorrerem as ruas do centro, a marcha se encerrou na Praça do Baú, uma das mais antigas da cidade, também localizada na região central de Porto Velho, onde a Frente de Defesa de Saúde do Povo distribuiu panfletos e máscaras para a população que aguardava a chegada do transporte público nas paradas de ônibus.
Do início ao fim do ato foi registrada muita combatividade nas intervenções e nas palavras de ordem da juventude presente , movimento que deve se intensificar nas próximas semanas.
  Faixa contra o racismo, o fascismo e o governo bolsonaro foi levada por manifestantes. Foto: Comitê AND/PVH  
  
Estátua da Havan amanhece pichada:  'Loja de fascista, Hang ladrão'
A loja do reacionário Luciano Hang, localizada em Porto Velho, foi alvo da revolta popular na primeira semana de junho. Hang é um declarado apoiador do fascista Bolsonaro e recentemente começou a ser investigado pela Polícia Federal no inquérito sobre Fake News como possível financiador de mensagens falsas para favorecer o atual ocupante do executivo federal na farsa eleitoral de 2018.
Ano passado, algumas das estátuas, histórico simbolo do imperialismo ianque e que figura junto a todas as unidades da rede Havan, foram alvo de incêndio em algumas regiões.
 Loja de reacionário bolsonarista foi pichada. Foto: Julio Malta

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Matheus Magioli Cossa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Matheus Magioli Cossa
Ana Lúcia Nunes
Matheus Magioli
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira