BA: Jovem preto é preso enquanto sacava ‘auxílio emergencial’

A- A A+

O estudante Gabriel Silva Santos, 23 anos, foi preso nas proximidades do Centro Administrativo da Bahia (CAB), no dia 12/06, enquanto tentava sacar o “auxílio emergencial” em uma agência da Caixa Econômica. O estudante foi abordado por policiais que, segundo ele, já se aproximaram atirando. Em seguida, foi levado para a Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos, sem motivo.

"Eles já desceram do carro atirando. Aí eu pensei que era um assalto, joguei meu celular para perto dele [policial] e coloquei minhas mãos atrás da cabeça. Ele disse que era polícia, me algemou, me colocou num canto e falou sobre o carro. Eu não sabia explicar porque não fazia ideia do que era. Eles chegaram a atirar perto do meu ouvido. Nesse momento, eu achei que já tinha recebido um tiro. Pensei que ele iam me executar ali mesmo", lembra o jovem.

Ele relembra como foi quando esteve na penitenciária: "É difícil estar em uma cela gelada, tendo que queimar plástico e papel, comer com a mão e passar frio. Sei que tem muita gente passando frio, mas você pagar por algo que não fez é um absurdo”.

Sobre a abordagem policial, ele ressalta que foi pego de surpresa e ouviu de um dos agentes que a esposa da vítima do roubo havia reconhecido ele, “apesar do cabelo estar diferente”.

De acordo com os familiares e amigos, Gabriel Santos saiu por volta das 14h do dia 12 para pagar uma conta e sacar um dinheiro no CAB, quando foi confundido com um suspeito, que havia roubado um carro no dia 10/06.

Segundo a família, Gabriel não sabe dirigir e o caso é uma injustiça. Ainda segundo os familiares, o jovem trabalhava como estoquista em uma loja de eletrodomésticos, ele iniciou como menor aprendiz e foi efetivado na empresa mas, por conta dessa crise, foi demitido. Está recebendo seguro-desemprego e “levando a vida” da maneira honesta. Gabriel não tem passagem pela polícia.

A advogada de Gabriel, Natália Petersen, em uma Live na rede social declarou: “A situação de Gabriel é muito complicada e identificamos que ele foi preso por um equívoco que não aconteceria se ele fosse branco”.

Em denúncia feita por juristas, pontuaram que Gabriel é asmático (grupo de risco para a Covid-19) e foi colocado em uma cela superlotada, onde havia seis pessoas com suspeita da doença. Uma das juristas, Maria Eugênia Pinto, falou: “Somatizei forças com a comissão da OAB, coletivos antirracistas, tem cinco profissionais aqui. A cela tem superlotação, são 14 pessoas em uma cela para sete, com seis casos possíveis de Covid-19. Não foi feita a custódia, tem várias irregularidades”, afirmou. Na manhã do dia 14/06, Gabriel foi solto após uma liminar da Justiça, e tomou conhecimento da repercussão do caso. 

Familiares e amigos do estudante Gabriel Silva Santos protestaram no domingo, 14/06 após o jovem ser solto. O grupo se reuniu em frente ao Tribunal de Justiça da Bahia, no CAB , o jovem participou do protesto pedindo reparação da justiça.

 Foto: Adilton venegeroles

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza