Palestina: Juventude revoltada responde a ataque das forças da ocupação para realizar prisões ilegais

A- A A+

Durante invasão dos soldados israelenses em Hebron para realizar prisões políticas, jovens palestinos se revoltaram: atiraram pedras contra as forças da ocupação e ergueram barricadas. Foto: Reprodução / Redes Sociais 

No dia 9 de julho, as forças da ocupação israelense efetuaram uma série de prisões por toda a Palestina ocupada, capturando 18 pessoas em Jerusalém Oriental e na Cisjordânia. Em Hebron, na Cisjordânia, um dos locais atacados, os jovens resistiram à agressão e responderam atirando pedras contra os soldados do sionismo e bloqueando as ruas com barricadas em chamas, feitas a partir de pneus e outros materiais que encontraram à mão.

Os soldados sionistas detiveram três palestinos nos bairros de Isawiyah e Silwan, em Jerusalém Oriental, e mais dois na vila de Beit Anan, localizada fora da área de Jerusalém segundo Israel. 

Na Cisjordânia, o Exército israelense deteve três pessoas na cidade de Ramallah, incluindo uma estudante universitária e dois homens que já foram presos pela ocupação anteriormente por ações de resistência. Em Jenin, no norte da Cisjordânia, outros cinco foram capturados, a maioria dos quais também ex-prisioneiro. Um foi levado pelos soldados em Calquília, e mais quatro no distrito de Hebron, no sul da Cisjordânia, dos quais dois eram irmãos. 

Buscando conter os jovens palestinos rebelados em Hebron, as forças da ocupação utilizaram gás lacrimogêneo contra transeuntes, após invadirem o bairro de Bab al-Zawiya, fazendo com que dezenas deles se asfixiassem, porém não conseguiram impedir os jovens de continuarem a se manifestar. 

De janeiro até junho de 2020, mais de 1.850 palestinos foram presos por Israel, dos quais  266 são crianças e 48, mulheres, de acordo com o Centro de Estudos de Prisioneiros Palestinos (PPCS, sigla original). Hoje, sob a ameaça do colonialismo-sionista de anexar parte da Cisjordânia ocupada, a campanha de perseguição política israelense contra o povo palestino tem se intensificado, à medida que os atos da resistência tendem também a se radicalizar. Atualmente, de acordo com o Addameer, grupo de apoio aos direitos humanos dos presos, existem mais de 4,7 mil presos políticos palestinos encarcerados nas masmorras israelenses no total. 

Enquanto os soldados israelenses tentavam ocupar as ruas em Hebron durante seu ataque, jovens ergueram barricadas em chamas. Foto: Reprodução / Redes Sociais

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Rua Gal. Almério de Moura 302/4º andar
São Cristóvão - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também!

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Matheus Magioli Cossa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
José Ricardo Prieto
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Matheus Magioli Cossa
Ana Lúcia Nunes
Matheus Magioli
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira