SC: Moradores protestam contra falta d’água e luz

Moradores protestam contra a falta de energia elétrica, em Florianópolis. Foto: Banco de Dados

Manifestantes se reuniram em diferentes regiões de Florianópolis para protestar contra a falta de energia elétrica, no dia 4 de julho. Ao menos 5 mil usuários seguem sem luz há vários dias. Desde o dia 30/06 moradores questionam as Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) pela demora no restabelecimento da energia.

Durante o ato que ocorreu na avenida Mauro Ramos, próximo à entrada da rua Major Costa, em Florianópolis, a comunidade reclamou da demora das Celesc em resolver o problema, e denunciaram que precisaram jogar comida fora por falta de luz. 

Durante a tarde, a rua principal do bairro Cachoeira do Bom Jesus, no norte da ilha, foi bloqueada. Moradores da rua Francisca Maria Ferreira queimaram objetos para impedir a passagem de veículos. 

Já por volta das 17h, as massas revoltadas do Ribeirão, no sul da ilha, trancaram a rodovia Baldicero Filomeno, continuação da SC-405. A estrada geral ficou bloqueada por mais de 1h30, enquanto durou o protesto. Mais protestos foram registrados em Palhoça, na Grande Florianópolis, onde houve barricadas na rua Frei Damião durante a tarde. 

Enquanto as massas sofrem com a precariedade dos serviços, os cofres das Celesc são conhecidos por serem alvos de roubos descarados. Em dezembro de 2019, foram descobertas fraudes e desvios num montante de R$ 3 milhões ocorridos em 2010, e segundo investigadores o roubo beneficiava grandes empresários que utilizavam funcionários degenerados.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza