Ato contra a precarização da educação na Uerj

A- A A+

Estudantes realizaram um ato no dia 29 de julho contra a implementação do Ensino à Distância (EAD) e contra o Ensino Remoto Emergencial (ERE) na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

Por volta da 15h30, os estudantes colaram cartazes e estenderam faixas no portão da unidade campus Maracanã, denunciando o ataque que está sendo promovido contra a educação pública.

Os estudantes da Uerj, se juntando a outros milhões de estudantes brasileiros, vêm lutando há anos contra a precarização da educação pública, ataque este aprofundado pelo governo Bolsonaro/generais, inclusive com a utilização da desculpa da pandemia do coronavírus para acelerar seus planos golpistas e privatistas.

Os estudantes defendem uma Universidade Pública, Gratuita, Científica, Democrática, com Autonomia, verdadeiramente Popular e a serviço da nação e das classes populares.

O governo federal, juntamente com os governos estaduais, está tentando de toda maneira implementar o modelo de Ensino à Distância muito antes da pandemia. No atual cenário esse desejo de sucatear a educação ganhou o nome de Ensino Remoto Emergencial (ERE). 

Professores e estudantes denunciam que o ensino remoto irá aprofundar ainda mais as desigualdades já existentes deixando alunos de baixa renda, deficientes, indígenas e quilombolas com a aprendizagem defasada, vistas as dificuldades que terão que enfrentar para acompanhar as aulas, isso se conseguirem. Além disso, eles também denunciam que o modelo excludente e improvisado pretendido pelo governo também visa acelerar a privatização da educação.

Foto: Comitê de Apoio ao AND Rio de Janeiro

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza