SP: Pelo menos cinco moradores de rua morreram de frio


Foto: Portal GGN

A cidade de são Paulo registrou no dia 22 de agosto, a menor temperatura do ano, com mínima de 8,2ºC por volta da 1h da manhã. Devido a está baixa temperatura e ao descaso da prefeitura de São Paulo, cinco pessoas em situação de rua, morreram na cidade nos últimos dois dias em decorrência do frio, de acordo com o Movimento da População de Rua do Estado de São Paulo.

Uma das vítimas, uma mulher, foi encontrada pela Guarda-Civil Metropolitana na Praça da Sé, após chamado de um munícipe, e um homem de 39 anos foi achado nas imediações da Rua 25 de Março. As identidades não foram divulgadas as duas ocorrências foram registradas como mortes suspeitas no 1º Distrito Policial (Sé).  Segundo o padre Júlio Lancellotti, da Pastoral Povo da Rua, outras três pessoas em situação de rua morreram na cidade desde a quinta-feira (20), incluindo um deficiente físico.

Para Robson Mendonça, integrante do Movimento da população de rua, às mortes deste final de semana evidenciam a negligência do governo com a população em situação de rua. Em 2019, seis óbitos em decorrência do frio foram registrados.

O Padre Júlio Lancelotti, da Pastoral do Povo de Rua, lamenta os cinco óbitos e endossa a crítica à Prefeitura.

Ele relembra que, em meio à pandemia, o Ministério Público de São Paulo (MP-SP) recomendou ao prefeito da capital que acolhesse os sem-teto em espaços e imóveis vagos da rede hoteleira da cidade, assim como em prédios públicos municipais ociosos. O despacho assinado em maio previa urgência na criação de, no mínimo, 8 mil vagas para acolhimento e não houve respostas.

“O povo da rua não é carro para ter vaga. É gente, precisa de um lugar. Tem questão de território, de pertences, do local. 'Tem uma vaga em Itaquera'. Não adianta falar isso para alguém quem está na Brasilândia. No abrigo emergencial na Mooca, eles dormiram em uma quadra. Você dormiria em uma quadra em uma noite como esta?”, questiona Lancelotti, em referência à noite mais fria do ano. “Em muitos lugares há insalubridade, falta de condições de higiene, falta de condições dignas de sobrevivência. De limpeza, de banheiro. Como tomar um banho num local onde 50 pessoas tomaram banho? ”, complementa o padre.

Movimentos de defesa a vida e a pessoas em situação de rua, lançaram no dia 22/08 um documento intitulado Em Defesa da Vida da População em Situação de Rua, em que denunciam a falta de ações da prefeitura. Segundo o texto, o que matou as pessoas “não foi o frio ou a chuva, pois o frio e a chuva são o mesmo para todos, mas sim a falta de assistência e situação de invisibilidade que as pessoas em situação de rua são submetidas, e principalmente pelo descaso e pelas ações criminosas do governo".

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin