USA: Manifestantes incendeiam prédios do velho Estado após homem preto ser baleado sete vezes

A- A A+

Um veículo blindado da polícia patrulha um cruzamento em Kenosha, Wisconsin, em 24 de agosto de 2020. Foto: Brandon Bell /Getty Images

Massas enfurecidas com o alvejamento brutal de um homem preto com sete tiros em frente aos seus filhos protagonizaram grandes enfrentamentos com a polícia e incêndios prédios do sistema prisional ianque, assim como de lojas do monopólio, na noite dia 24 de agosto, cidade de Kenosha, em Winsconsin, em uma segunda noite de protestos após o crime.

Mesmo com um toque de recolher imposto desde o dia 23/07 (quando acontecera o assassinato), manifestantes se reuniram em protesto no dia 24 em frente ao tribunal da cidade. A polícia, então, atacou indiscriminadamente os manifestantes com gás lacrimogêneo e bombas de fumaça, ao passo que os manifestantes acenderam fogos de artifício contra os agentes no outro lado da rua.

Em algum momento do enfrentamento, fogo foi ateado em um dos caminhões de lixo usado para bloquear a rua em frente ao tribunal contra o trânsito de veículos. 

Por volta da meia-noite, não muito longe do tribunal, vários edifícios foram incendiados, incluindo um escritório de monitoramento de liberdade condicional. 

Também, um prédio do Departamento de Correções (agência governamental encarregada de supervisionar o encarceramento de pessoas condenadas por crimes dentro de uma jurisdição específica) fora incendiado.

A Guarda Nacional teve de ser acionada na tentativa de conter a rebelião popular e um novo toque de recolher foi instaurado das 20h até as 7h do dia 25 de agosto.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza