Em todo o mundo ecoa a solidariedade internacionalista à LCP

A- A A+

Em resposta aos contínuos ataques do velho Estado brasileiro à Liga dos Camponeses Pobres (LCP) e ao Acampamento Tiago dos Santos em Rondônia, na segunda semana de setembro, revolucionários e ativistas de vários países se mobilizaram para realizar atos de solidariedade denunciando os crimes contra os camponeses pobres que lutam pela terra para nela viver e trabalhar. Nos Estados Unidos (USA),  o jornal popular e democrático Tribuna do Povo, seus comitês de apoio e ativistas apoiadores promoveram ações de solidariedade que foram realizadas em todo o país.

Na França, a organização de juventude Jeunes Revolutionaires (Juventude Revolucionária) reunida em frente ao Consulado Brasileiro em Lyon, leu uma declaração que dizia: "Estaremos sempre lado a lado com os revolucionários, contra os reacionários de todas as cores! Lutar contra a demonização e a criminalização da luta pelo país! Viva a LCP! O Brasil está no alvorecer de uma grande revolução! Viva o internacionalismo proletário!"

No USA, em Oxnard (Califórnia), no dia 11/10, o Comitê de Apoio à Tribuna do Povo realizou um ato público e um teatro popular, contando a história do do ataque e despejo do velho Estado e da resistência do camponeses do acampamento Tiago dos Santos.

Ativistas do Grupo de Estudos Revolucionário de Oxnard e do Jornal Estudantil Revolucionário juntaram-se ao Tribuna do Povo fora de um centro comercial local, enquanto apoiadores distribuíam artigos expondo a luta camponesa em andamento e a história de repressão do velho Estado em conluio com o latifúndio.

Ao final da tarde, faixas foram colocadas fora da prefeitura, enquanto um membro do comitê de apoio fazia discurso de solidariedade e de apelo para que as classes trabalhadoras dos Estados Unidos se posicionasse em apoio à LCP, e contra os ataques violentos de Bolsonaro e os generais: "Não devemos permitir que isto fique sem ser ouvido! Temos que gritar desde as ruas até as montanhas e até a floresta tropical sobre a Liga dos Camponeses Pobres e sua luta!".

Tanto o discurso, quanto o desempenho fizeram comparações entre os camponeses do Brasil e a grande população de trabalhadores rurais em Oxnard.

Um ator na plateia, se manifestou no meio da apresentação para se juntar à luta dos camponeses, proclamando: "Sou de Oxnard, Califórnia, e nunca ouvi falar da luta dos camponeses brasileiros antes. Mas sei que estamos na mesma luta contra os ricos que controlam o mundo". Juntos nos livramos da velha sociedade decadente do capitalismo e construímos uma nova estrutura econômica. Onde aqueles que trabalham na terra não são explorados pelo senhor [de terras] para seu trabalho"!

Teatro popular sobre o acampamento Tiago dos Santos é realizado por ativistas em Oxnard, Califórnia. Foto: Tribune of The People.

Ato em solidariedade ao acampamento Tiago dos Santos é realizado por ativistas em Oxnard, Califórnia. Foto: Tribune of The People.

Austin

No dia 13/10 à noite, o Comitê de Apoio à Luta Popular no Brasil (CALPB) emitiu um chamado para um ato na capital do estado do Texas em solidariedade aos acampamentos camponeses em Rondônia. Estiveram presentes o Comitê de Apoio à Tribuna do Povo, e membros de organizações como o Movimento Feminino Popular (USA) e o Movimento Unido de Defesa do Bairro (MUDB), uma organização de luta pela moradia que carregava uma faixa com a frase MUDB está com os camponeses do Acampamento Tiago dos Santos! Abaixo a Criminalização da Luta pela Terra!

Discursos foram feitos em frente ao prédio da capital e depois a multidão marchou pela Avenida do Congresso, cantando Texas à Rondônia! A luta continua!

Um membro do Comitê de Apoio ao Tribuna do Povo disse à multidão para acompanhar as notícias vindas do Brasil através de traduções e artigos do site da Tribuna, e falou sobre a sabotagem à sede do jornal AND. Um trabalhador da construção civil a quem o Comitê de Apoio distribuiu artigos para acompanhar a ação comentou que, "este é o tipo de notícia que eu estava procurando ler".

Na manhã de 15/10, o Movimento Feminino Popular (USA) emitiu uma declaração em vídeo em solidariedade ao Acampamento Tiago dos Santos, afirmando: "Como mulheres revolucionárias num centro imperialista, também nós estamos nos forjando na luta de classes. Somos inspiradas pela coragem dos camponeses diante da extrema crueldade e estamos determinadas a continuar nossa luta contra nosso inimigo comum, o imperialismo americano".

Em Charlotte (Carolina do Norte), no dia 13 à noite, o Comitê de Apoio ao Tribuna do Povo de Charlotte discursou em frente ao Spectrum Center sobre a corajosa luta travada pelos camponeses do acampamento Tiago dos Santos. Os participantes fizeram uma agitação sobre o acontecimento e distribuíram panfletos às pessoas em frente ao centro. De acordo com o Tribuna do Povo, muitos dos trabalhadores presentes expressaram solidariedade com os camponeses e a violência que enfrentam da polícia militar.

Mais tarde, uma faixa de solidariedade foi pendurada em um viaduto de estrada.

Ativistas de Charlotte erguem faixa escrita Viva o acampamento Tiago dos Santos! Defender os camponeses lutando pela sua terra no Brasil!. Foto: Tribune of The People.

Na cidade de Pittsburgh (Filadélfia) o Comitê de Apoio ao Tribuna do Povo fez uma declaração de apoio aos camponeses brasileiros e confeccionou uma faixa com a frase Viva o Acampamento Tiago dos Santos! Tire as suas mãos [o velho Estado] dos camponeses brasileiros!

Foto: Comitê de Apoio ao Tribune of The People.


Na noite do dia 15/10, o Comitê de Apoio ao Tribuna do Povo da Filadélfia (estado da Pensilvânia) realizou uma agitação em um bairro operário. Os membros fizeram uma faixa escrita Tirem suas mãos dos camponeses brasileiros!, distribuíram textos sobre a luta dos camponeses, e fizeram um discurso explicando a luta dos camponeses e conectando-a à luta do povo negro estadunidense, sendo que a polícia tentou dispersar a manifestação de solidariedade dos ativistas. O discurso terminou com um chamado para demonstrar verdadeira solidariedade ao movimento no Brasil, organizando uma revolução contra o Estado imperialista ianque.

Foto: Comitê de Apoio ao Tribune of The People.

Na cidade de Orlando (Flórida) foram fixados cartazes em toda a cidade em apoio à Liga dos Camponeses Pobres e ao acampamento Tiago dos Santos.

Na cidade de St. Louis (Missouri), o Comitê de Apoio ao Tribuna do Povo confeccionou uma faixa escrita Justiça para os camponeses brasileiros do acampamento Tiago dos Santos. Terra para quem nela vive e trabalha! e distribuiu panfletos aos trabalhadores nos pontos de ônibus.

Foto: Comitê de Apoio ao  Tribune of The People.

Na cidade de Los Angeles (Califórnia) o Comitê de Apoio ao Tribuna do Povo foi à frente do consulado brasileiro localizado em Beverly Hills e fizeram um discurso enquanto seguravam uma faixa escrita Viva a Liga dos Camponeses Pobres do Brasil! o Comitê de Apoio ao Tribuna do Povo também distribuiu panfletos sobre a luta dos camponeses.

Em uma declaração em vídeo, o orador apontou que a polícia militar brasileira, jogando balas no campo, é a mesma tática empregada pela polícia do USA para criar falsas justificativas para assassinar o povo.

"Eles estão lançando cartuchos de pistola calibre .38 sobre os camponeses e justificando um massacre". Sabemos que isto é uma farsa, sabemos que tudo isto é falso para justificar a violência contra os camponeses". Sabemos aqui em Los Angeles que a polícia perambula por aí com armas falsas, facas e flagrantes de drogas para jogá-los em cadáveres para justificar sua brutalidade. O mesmo aqui no USA, o mesmo no Brasil"!

Foto: Comitê de Apoio ao Tribune of The People.

Na Cidade do Kansas (Missouri) uma pichação escrita Viva o Acampamento Tiago dos Santos! foi vista.

Comitê de Apoio ao Tribuna do Povo Wichita (Kansas) distribuiu panfletos em uma rua movimentada e ergueu uma faixa escrita Apoiem os camponeses contra o massacre no Brasil!.

Foto: Comitê de Apoio ao Tribune of The People.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza