RJ: Idoso é assassinado durante operação e familiares acusam policiais de forjarem provas

Eduardo Alves, de 62 anos, foi morto por policiais militares (PMs) quando saia de casa na comunidade da Linha, no bairro São Mateus, na cidade de São João de Meriti, região metropolitana do Rio.

Eduardo se dirigia à prefeitura da cidade quando se deparou com vários policiais que realizavam uma operação no local. Segundo testemunhas, ele levantou as mãos e se identificou como morador, mas mesmo assim foi alvejado com um tiro na cabeça. Com a vítima já no chão os PMs efetuaram mais um disparo contra o seu corpo, contam os moradores.

Após o ocorrido os policiais plantaram uma sacola com drogas ao lado do corpo de Eduardo, em uma clara tentativa de incriminá-lo como traficante, denunciou Viviane Alves, sobrinha do idoso: "Querem tachar ele de traficante, colocaram drogas do lado dele, só porque é em comunidade".

Viviane relatou que o tio estava com uma sacola com documentos e não drogas, reafirmou que ele não era traficante ou sequer usuário de entorpecentes e que, na verdade, os policiais já chegaram disparando quando entraram na comunidade. Ainda complementou afirmando que o tio morava no local há 10 anos e que era conhecido por todos. A sobrinha lamentou a morte do tio: "isso destruiu nossa família".

Até a conclusão desta matéria Viviane sequer sabia para qual Instituto Médico Legal (IML) o tio tinha sido levado.

Idoso foi assassinado mesmo após levantar os braços. Foto: Reprodução

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro