PR: Professores e estudantes organizam campanha pelo cancelamento do ano letivo e contra a EaD

A- A A+

Comitê Sanitário de Defesa Popular de Pinhais confecciona faixas com consignas contra a imposição da educação à distância

Durante os meses de setembro e outubro professores e estudantes de escolas públicas de Curitiba e Pinhais organizaram várias atividades como parte de uma campanha pelo cancelamento do ano letivo na rede pública de ensino e reposição presencial das aulas após a pandemia.

A campanha tem o objetivo de denunciar como os governos estaduais e municipais usam a pandemia como desculpa para avançar políticas de substituição do ensino presencial por modalidades de “educação à distância”, precarizando ainda mais a educação pública. O ano letivo vem sendo considerado, ao menos parcialmente, como “já dado” através de videoaulas gravadas e tarefas de casa impressas conduzidas pelos próprios pais. O Governo do Paraná, por exemplo, manteve atividades escolares através de um canal de televisão, sob a alegação de beneficiar quem não tem acesso à internet, sem qualquer outro auxílio pedagógico a pais e estudantes.

As primeiras atividades ocorreram no dia 05 de setembro, organizadas pela Frente Secundarista Contra o EaD, em que se realizou um mutirão para coleta de um abaixo-assinado exigindo o cancelamento do ano letivo e a reposição presencial das aulas da rede pública de ensino. Além disso, dezenas de panfletos e cartazes foram distribuídos por alguns bairros e um carro de som foi utilizado para propagandear a campanha. A Frente Secundarista também colocou faixas em Pinhais e em três viadutos de grande circulação de Curitiba com a consignaPelo cancelamento do ano letivo! Exigimos reposição presencial!”.

FOTO 2: Faixa confeccionada pela Frente Secundarista contra o EaD de Curitiba e Região Metropolitana
FOTO 3: Frente Secundarista faz panfletagem e colhe assinaturas para abaixo-assinado

No dia 06 de Outubro, professores e estudantes distribuíram mais de mil panfletos com o texto do Movimento Classista dos Trabalhadores em Educação (Moclate) intitulado “Derrotar a imposição do EaD na Escola Pública” em pontos de ônibus e comércios de Pinhais. O Comitê Sanitário de Defesa Popular da cidade também aderiu à campanha com faixas, cartazes e uma atividade de dia das crianças na qual foram realizadas oficinas de jogos pedagógicos e atividades culturais, respeitando as normas sanitárias de proteção à Covid-19.

Comitê Sanitário organiza atividades as crianças

Apoiadores do Comitê de Apoio ao AND também enviaram fotos de pichações encontradas no centro de Curitiba e bairros próximos, assinadas pela Unidade Vermelha – Liga da Juventude Revolucionária (UV-LJR) com as consignas da campanha.

A mobilização de professores e estudantes se soma à construção do 40º Encontro Nacional dos Estudantes de Pedagogia (Enepe) que será realizado de forma presencial em Curitiba, nos dias 29 de outubro a 02 de novembro em Curitiba, cujo tema será: Em defesa do ensino público gratuito: Barrar a imposição da EaD impulsionando o boicote! Em defesa do direito de ensinar, estudar e aprender!”.

Pichação assinada pela Unidade Vermelha – Liga da Juventude Revolucionária exige o cancelamento do ano letivo

 

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Fausto Arruda

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza