RJ: Manifestação em São Gonçalo exige liberdade para Carlos Henrique


Manifestação contra a prisão injusta de três jovens nos municípios vizinhos de Niterói e São Gonçalo. Foto: Reprodução Jornal Toda Palavra

No dia 15 de outubro, no Fórum Patrícia Acioli, bairro do Colubandê, em São Gonçalo, as famílias de Carlos Henrique, Danillo Felix e Jefferson Ribeiro organizaram uma manifestação para exigir a soltura de Carlos Henrique. Os manifestantes protestaram em frente ao Fórum enquanto esperavam pela realização da audiência. Pediram em alto e bom som a liberdade para mais um jovem negro preso de forma criminosa pelo velho Estado. 

A justiça nega aos familiares o direito de liberdade a Carlos Henrique, acusado sem nenhuma evidência do crime. Todo o processo é desenvolvido a fim de manter o jovem encarcerado e nenhuma posição é dada por parte do juiz a fim de fundar a acusação insustentável. É uma atrocidade o sistema carcerário Brasileiro ter respaldo para prender e manter preso sem a menor comprovação das acusações.

No dia 28 de setembro, em Niterói, como noticiou o jornal AND, ocorreu a soltura de Danillo Felix, que se deu em meio a uma manifestação popular no dia de sua audiência perante a negação da vítima no reconhecimento de suspeito, numa derrota moral do trabalho da polícia da região. Todo o caso desnudou a velha política de extermínio aos pobres e pretos.

O exemplo de Carlos Henrique é mais uma mostra dessa política antipovo e terrorista do velho Estado contra as massas mais pobres em meio à pandemia, mas também nos demonstra o empenho de luta das famílias vítimas de seu terror. 

A intimação da suposta vítima do crime foi feita apenas 48 horas antes da audiência, o que configura, segundo os familiares, no mínimo negligência por parte do juiz, numa clara ação de sabotagem da audiência visto que a polícia não apresentou provas. 

O acusador do crime não compareceu à audiência e pedindo para adiá-la para dezembro, mantendo Carlos Henrique preso sem nenhuma justificativa por mais dois meses. 

Esta é mais uma demonstração do que esse judiciário reacionário tem a oferecer às massas pobres de todo país: sabotagens e humilhações.  O velho Estado treme de medo quando as massas ousam lutar pelos seus direitos e promovem os mais diversos planos para aplastar sua revolta frente a sua vil repressão. Sabem que a prisão preventiva do jovem preto e pobre é infundada e não cedem, mantendo nas masmorras do velho Estado Carlos Henrique, preso sem nenhuma prova, causando o sofrimento de sua família e amigos. 

O pranto da esposa de Carlos com a notícia de prorrogação e negação do direito de liberdade frente a tamanho desrespeito gerou revolta e promessa de nova manifestação dia 3 de dezembro em São Gonçalo, onde ocorrerá nova audiência. 

Longe de caírem no derrotismo, as famílias que organizaram o justo ato convocam todos para a próxima manifestação pela soltura de Carlos Henrique, numa demonstração de sua combatividade e na convicção de que só a luta pode assegurar todos os seus direitos. 

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza