Grupo paramilitar chefiado por tenente-coronel promove terror no Nordeste, diz MP


Tenente-Coronel Carlos Humberto, alta patente da PM-BA e chefe de grupo paramilitar, segundo MP. Foto: Reprodução / Hora do Bico

Policiais militares conformaram uma organização paramilitar que age na Bahia, Pernambuco e Sergipe, promovendo extorsões, torturas, tráfico de drogas e de armas, movimentando mais de R$ 1 milhão. Essa é a denúncia do Ministério Público (MP) da Bahia, que em uma operação deflagrada no dia 29 de outubro prendeu cinco policiais militares. A instituição acusa como líder da organização o tenente-coronel da Polícia Militar (PM) da Bahia, Carlos Humberto, conhecido como "Cachorrão".


Carros da quadrilha de militares foram apreendidos. Foto: Divulgação/SSP-BA

"Cachorrão" e os demais policias presos são lotados no 20º Batalhão da PM, localizado no município de Paulo Afonso, divisa da Bahia com Sergipe. Além dos cinco policiais, outro homem também foi preso na mesma operação e a polícia também espera prender uma sétima pessoa. Outros 14 mandatos de busca e apreensão também foram cumpridos, inclusive dentro de batalhões da PM. As ações aconteceram nas cidades de Salvador, Feira de Santana, Paulo Afonso, na Bahia e em Petrolina, estado de Pernambuco.


Dinheiro e armas também foram apreendidos. Foto: Divulgação/SSP-BA

Segundo as investigações, o grupo paramilitar arrecadava cerca de R$ 1 milhão por mês com atividades de extorsão, tráfico de drogas e armas, além de cometeram homicídios e torturas. Carros de luxo, armas e celulares também foram apreendidos. Interceptações telefônicas comprovam a liderança exercida por "Cachorrão", segundo o MP.

O grupo paramilitar formado por militares é acusado de envolvimento na morte de 13 pessoas no município de Paulo Afonso e região, entre elas, a do empresário Saulo de Tárcio Medeiros Santos. O homem era dono de uma pousada e era extorquido pelo policial Márcio Vaccarezza, que é um dos militares presos.

Os outros PMs com prisão temporária decretada são Júlio João Castor Júnior, Sandro José de Oliveira, Pedro Guibson Júnior, José Adelmo da Silva Feitosa e Valmir Dantas Félix, todos do 20° Batalhão de Paulo Afonso. Paulo Henrique de Souza Oliveira, apontado como apoio do grupo e que não era militar, também foi preso. Jeorge da Silva, também não-militar, teve mandado de busca e apreensão cumprido contra ele.


Operação prende temporariamente policiais suspeitos de praticar atividades paramilitares na Bahia — Foto: Divulgação / PRF

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro