MG: Moradores se revoltam e fazem protesto após policiais espancarem jovem deficiente; assista ao vídeo

A- A A+


Marca de tiro de bala de borracha disparado por PMs contra trabalhador, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

No dia 11 de novembro moradores do bairro Granja de Freitas, região de Taquaril, na zona leste de Belo Horizonte, realizaram um protesto após policiais militares agredirem covardemente um jovem deficiente mental. Revoltados com tamanha investida da polícia contra o jovem deficiente e também contra a falta de luz e água que ocorre no local, as massas se uniram e fecharam ruas com barricadas em chamas, gritando a palavra de ordem: Queremos energia, chega de covardia!

A policia atacou de forma covarde os moradores, utilizando gás de pimenta e tiros de bala de borracha, porém as massas resistiram e enfrentaram os policiais.

Segundo moradores os policiais chegaram ao local imobilizando o jovem preto e o jogando ao chão, desferindo vários golpes, tudo na frente de pessoas que tentavam defender e alertar aos policiais que o rapaz era deficiente.

Em entrevista a apoiadores de AND, uma mulher que não teve nome identificado relatou: "Os policiais, na covardia, pegaram e bateram em um menino aqui, que tem problemas de cabeça, só por isso, por causa disso". Revoltadas, as massas insurgiram em protesto.

A população também denunciou ao apoiador que fazem três dias que estão sem luz no bairro e, segundo eles, a companhia responsável pelo abastecimento de água, utilizando a desculpa de cortar ligação clandestina, deixou várias casas sem abastecimento de água em meio a pandemia da Covid-19.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza