RO: População de Porto Velho boicota em massa primeiro turno

A- A A+
As eleições de 2020 foram o "mais do mesmo" que a população já observou há muito tempo: promessas e mais promessas, os que estão no gerenciamento de prefeituras e outras estruturas do velho Estado tratam de criar algumas obras (para tentar convencer o eleitor e ao mesmo tempo criar um caixa de campanha com as licitações fraudulentas); os velhos politiqueiros contratam as "formiguinhas" aproveitando-se da necessidade daqueles que estão desempregados e por aí vai. No centro do discurso o mesmo lenga lenga de sempre de dizer que será diferente dos outros. Cada um promete mundos e fundos pensando em quadruplicar o que gastou com a propaganda e compra de votos, apoderando-se das tetas gordas do Estado.
 
Porém o povo, cada vez mais cansado desse estado de coisas, aumenta a sua insatisfação não comparecendo as urnas, votando em branco ou anulando. Na capital Rondoniense, Porto Velho, além de inúmeras pichações - que conclamam o boicote as eleições por meio da consigna "ELEIÇÃO NÃO! REVOLUÇÃO SIM!", assinada com a foice e o martelo, símbolo histórico dos comunistas - a população mais uma vez externou sua insatisfação: 47% dos aptos a votar não compareceram, votaram em branco ou anularam.
 
Se contarmos a grande quantidade de jovens que sequer não foi retirar o título, ou daqueles com títulos cancelados ou suspensos, pode-se dizer que esse número é bem maior e o rechaço foi grande num sistema em que o voto é obrigatório. Foram 113.282 cidadãos portovelhenses que simplesmente deram um basta a toda conversa fiada que chega à sua porta, pelas chamadas "redes sociais" e pelos monopólios de imprensa.
 
Os derrotados, ou os que disputam o gerenciamento local no segundo turno, se somados seus votos, não ultrapassam os adeptos do boicote. Também derrotados, os discursos de extrema-direita de políticos que se dizem herdeiros do fascista Bolsonaro foram rechaçados e ocuparam as últimas vagas desse trenzinho da alegria da enganação, somando suas candidaturas com 4,4% do eleitorado. Na mesma vala comum, encontra-se a pseudo esquerda eleitoreira oportunista, capitaneada pelo PT e seus satélites como PCdoB, PSOL, PSTU; que se somados seus votos não chegam ao ínfimo percentual de 4,1% do eleitorado.
 
No segundo turno, espera-se um rechaço maior, uma vez que os dois candidatos são farinha do mesmo saco e que durante quatro anos não se sabe onde estavam: se em Miami ou em outro lugar se escondendo do povo, para reaparecer apenas neste ano, prometendo mundos e fundos e a "salvação eterna". O povo já não consegue mais aguentar a sociedade estruturada como está e mais e mais, têm se levantando em luta, pois só ela é que muda, o resto só ilude.
 

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza