PE: Campanha pelo boicote é recebida com entusiasmo pela população


"Lambe-lambe" contra a farsa eleitoral, colado nos muros de Recife.
Durante a semana que se antecedeu a farsa eleitoral, o Coletivo Mangue Vermelho realizou intensa atividade de agitação pelo boicote na Região Metropolitana do Recife. A aceitação da população se deu quase de forma unânime. A imensa maioria dos populares que entraram em contato com o Coletivo durante as atividades da campanha, elogiaram e apoiaram de forma incisiva: “Tem que mudar, desse jeito não dá”.
O Coletivo realizou panfletagens e tribunos em bairros, praças, integrações e dentro dos transportes públicos. Sempre explicando para cada um que recebia a leitura o seu conteúdo – e ouvindo. A panfletagem por onde passou se tornou motivo de entusiasmo e engajamento das massas, que em sua maioria paravam para escutar e completavam, ao seu modo, mas sempre de acordo sobre a podridão dos políticos e do Estado. 
Muitos pediam mais panfletos para eles também entregarem para seus familiares, se animavam na conversa, parando o que estavam fazendo para ouvir e dizer tudo aquilo que engolem seco há anos.
Alguns, de início, negavam os panfletos pois pensavam que “era coisa de candidato”, mas ao ouvir ser de uma campanha pelo boicote, alegravam-se. Um comerciante que ouviu o Coletivo disse animado que “finalmente uma campanha honesta na minha porta”.
Contrário ao que dizem os oportunistas sobre quem se abstêm, vota nulo e em branco nas eleições, através do contato com o povo o MV teve a confirmação de que se trata de uma massa que consegue assimilar a necessidade de uma revolução com muito mais facilidade e entendimento.
Um caso curioso que aconteceu foi que após ouvir a fala do Coletivo em um transporte público, uma mulher conversou com os militantes dizendo que no dia da eleição trabalharia como diretora de um colégio eleitoral, mas que ela mesmo iria votar nulo. Disse que a campanha pelo boicote devia ser maior e que iria incentivar seus familiares a também não participarem dessa farsa.
Durante as ações, foram colados na parede “lambes” que conclamam a população a realizar o boicote.
No último dia de campanha pelo boicote foi gravado um vídeo em homenagem  ao companheiro Cleomar; em solidariedade a luta camponesa, principalmente em Rondônia; e completando “Eleição é farsa, não muda nada, não! Organizar o povo pra fazer revolução”.
A nota do Mangue Vermelho sobre as eleições pode ser lida no site:

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin