RJ: Rodoviários fazem greve em dia de eleição e TRE aciona PF para obrigá-los a voltar ao trabalho

Foto: Ale Silva / Futura Press

Motoristas de ônibus do Rio de Janeiro entraram em greve na madrugada do dia 29 de novembro, dia do segundo turno da farsa eleitoral municipal. Os funcionários das viações Redentor e Futuro lutam por direitos trabalhistas básicos.

A greve paralisou a frota de ônibus que circula em alguns bairros da zona oeste do Rio, como Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Recreio, Rio das Pedras e Cidade de Deus. Segundo os motoristas a empresa Redentor, responsável pelas duas viações, quer parcelar o 13º salário em oito vezes e também não está recolhendo o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e a Previdência Social.

Segundo o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio (Sintraturb Rio), cerca de 2.500 trabalhadores participaram da greve. Na manifestação cerca de 300 motoristas compareceram na frente da garagem da empresa.

Foto: Reprodução

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) acionou a Polícia Federal (PF) para obrigar os motoristas a parar com a greve. O tribunal acusa a paralisação de ser "ilegal" e por representar "grave impedimento e embaraço às eleições".

O tribunal repressivo ainda declarou que as "lideranças do movimento serão responsabilizadas". Por volta de 9h40 os agentes da PF chegaram na empresa para "negociar" com os trabalhadores. Às 11h os funcionários foram obrigados a voltar a circular.

Foto: Marcos Serra Lima/G1

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro