MT: Resistindo a despejo ilegal camponeses bloqueiam BR-158

Camponeses bloqueiam BR-158 em luta contra despejo. Foto: Reprodução

Em 14 de dezembro, camponeses bloquearam um trecho da BR-158, entre Confresa e Vila Rica, no nordeste do estado de Mato Grosso. A ação ocorreu após tentativa de despejo pleiteada pelo latifúndio Agropecuária Lago Grande S.A contra mais de 60 famílias que vivem há 24 anos em Porta da Amazônia, uma área a 50 km da rodovia.

Sem previsão de fim do protesto, os camponeses denunciaram que em meio à pandemia, pistoleiros se preparavam para realizar o despejo de forma ilegal a mando do latifúndio.

Em entrevista ao Jornalistas Livres, o camponês Claudionor Cândido, 73, afirma: “Nós entramos na mata, sofremos, e lutamos. Eu vivi três anos debaixo de um barracão velho, de lá desse barracão eu saí, eu consegui fazer uma casinha de tábua, depois fiz uma casas de material para hoje ter que largar isso de qualquer maneira para sair”.

Vivendo há 25 anos na área, 60 famílias camponesas são ameaçadas de despejo em meio a pandemia. Foto: Reprodução

A disputa pela terra

Em 1996, quando o latifúndio AgroPastoril Nova Patrocínio ligada ao Frigorifico Kaiowa S.A decretou falência, as famílias passaram a viver na área que possui cerca de 10 mil hectares. O judiciário do velho Estado, em contrapartida às necessidades dos camponeses de titulação das terras, decidiu em 2018 leiloar as áreas para quitar as dívidas do latifúndio falido. 

O latifúndio arrematante, Agropecuária Lago Grande S.A, entrou com um pedido de despejo que foi concedido pelo judiciário de São Paulo através de uma carta precatória. 

Em meio à disputa judicial, ao chegar à Comarca de Vila Rica em Mato Grosso, o despejo foi suspenso e enviado a outra instância. Porém, com um mandado de segurança, que correu em segredo de justiça contra a definição da Comarca e sem ouvir as partes, a desembargadora Nilza Maria Pôssas de Carvalho decidiu pelo despejo.

Logo, o latifúndio contratou pistoleiros que acamparam nas margens da comunidade Porta da Amazônia para realizar o despejo das 60 famílias, prática ilegal.

Devido à resistência das famílias durante o combativo protesto, na tentativa de intimidar os camponeses os advogados do latifúndio solicitaram ao judiciário a imposição de uma multa diária de no mínimo 50 mil reais a todos os moradores que se recusarem a cumprir a ordem de despejo voluntariamente em até 48 horas.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Hugo RC Souza
Matheus Magioli Cossa
Montezuma Cruz
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação 
Ana Lúcia Nunes
Rodrigo Duarte Baptista
Vinícios Oliveira

Ilustração
Taís Souza