RS: Jovem de 18 anos é assassinado pela Brigada Militar em Montenegro

População de Montenegro protesta contra assassinato do jovem. Foto: Jornal Ibiá

Na madrugada do dia 10 de janeiro, Marcelo Júnior dos Santos Teixeira, jovem trabalhador de 18 anos, foi assassinado por policiais da Brigada Militar de Montenegro, na região metropolitana de Porto Alegre. Marcelo estava na carona da moto com um amigo quando recebeu os disparos. Nos dias seguintes, uma gravação do ocorrido circulou nas redes sociais, contradizendo a versão da polícia de que os jovens carregavam drogas. O ocorrido gerou ampla indignação entre os moradores da cidade.

Marcelo Júnior havia saído com o amigo para comprar refrigerante, quando foram surpreendidos pela Brigada numa operação noturna. Seu amigo, também de dezoito anos, nervoso por não possuir carteira de habilitação, tentou escapar da abordagem dos policiais. Eles perseguiram os jovens com uma viatura e os cercaram já perto da moradia de Marcelo, com uma segunda viatura à frente, de faróis ligados. Quando o jovem tentou desviar da viatura, uma policial disparou contra Marcelo, que veio a óbito após ser socorrido no hospital.

A Brigada Militar, de prontidão, justificou afirmando que os jovens estavam envolvidos com tráfico de drogas. Uma foto divulgada pela Polícia Civil mostra uma mochila preta com pacotes de maconha e crack, que eles dizem ter encontrado junto aos rapazes. Também narraram que a moto havia partido para cima da policial, que "agira em legítima defesa" disparando no carona. 

Após isso, no entanto, um vídeo do ocorrido circulou pelas redes sociais, mostrando o momento exato dos disparos. Vê-se no vídeo que os jovens não portavam mochila alguma, apenas o refrigerante. Além disso, nenhum dos jovens possuía antecedentes policiais. 

No dia 12/01, após a divulgação do vídeo, a população marchou às centenas pelo centro da cidade exigindo justiça. Pela rua principal, os manifestantes, ao lado de familiares e amigos de Marcelo, pressionaram as "autoridades" da cidade. Indignados, eles entoaram palavras de ordem como Justiça para Marcelinho! enquanto carregavam cartazes e balões de luto.

O caso também gerou uma enorme comoção e revolta nas redes sociais, onde os moradores da cidade prestaram outras queixas ao caráter arbitrário e reacionário da polícia montenegrina. Os familiares de Marcelo, diante dos covardes ataques à sua imagem promovidos pela grande mídia local e pelos reacionários, rebateram as acusações genéricas que associavam o jovem ao tráfico de drogas. Junto de amigos e conhecidos, usaram as plataformas virtuais para esclarecer que Marcelo nunca esteve envolvido com drogas, que era um jovem trabalhador de família.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin