PA: Estudantes realizam panfletagem contra o Enem da pandemia em Belém

Greve Nacional da Educação, nos dias 2 e 3 de outubro de 2019. Foto Banco de Dados AND

No dia 25 de janeiro, um grupo de estudantes independentes em conjunto com estudantes da Executiva Nacional do Estudantes de Pedagogia (ExNEPe) promoveram uma panfletagem denunciando a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em meio a mais pico de casos e óbitos por Covid - 19 na Amazônia.

Por volta das 16h foram distribuídos cerca de 200 panfletos na porta de um dos campus da Universidade Estadual do Pará, além de três escolas da educação básica, todas localizadas em Belém. 

O material elaborado pela Executiva Nacional dos Estudantes de Pedagogia (ExNEPe) apontava a importância de repudiar a realização das provas, além dos interesses de lucro dos monopólios da educação que tem aumentado apesar das altas taxas de desemprego e da pandemia de Covid - 19.

A Executiva Nacional de Estudantes de Pedagogia (ExNEPe) foi uma das entidades estudantis que lançaram posição se opondo à realização do exame. De acordo com a entidade, a aplicação do Enem nas datas nas quais foram impostas configuram um absurdo completo e um crime contra os estudantes. Primeiro porque depois de um ano letivo inteiro sem aulas presenciais com conteúdos sendo mandado aos alunos via Whatsapp, os alunos, principalmente os pobres, não tiveram a mínima preparação necessária para fazer a prova. Em segundo lugar, reunir dezenas de pessoas em salas, corredores e filas, em um momento em que mais de 200 mil brasileiros morreram vítimas da Covid - 19 com média diária de 1.000 óbitos, configura um crime contra a saúde do povo.

Já no início da panfletagem o grupo de estudantes constatou uma alta evasão, algo que se confirmou no dia seguinte como um dos maiores boicotes da história, a média de evasão nos dois dias de prova foi superior a 50%, conforme denunciou o AND estudantes realizam boicote historico ao enem 2021. A evasão é a maior desde a criação do Sistema de Seleção Unificado (SISU), o principal sistema de seleção das universidades públicas, e uma das maiores desde a primeira prova do ENEM em 1998.

De acordo com dados do Ministério da Educação no Pará a prova foi aplicada em 77 dos 143 municípios para cerca de 330 mil inscritos. Já no primeiro domingo de provas 166.146 mil estudantes paraenses boicotaram a prova, no segundo dia foram 180.444 mil. A média de boicote dos dois dias só ficou atrás de São Paulo, Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Os estudantes conversaram com os jovens sobre a realização das provas em comum, todos demonstraram interesse pelo material e apoio a iniciativa da ExNEPE. Muitos deles relataram que não tem esperanças de uma boa nota por conta das precárias condições de preparação para a prova.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin