México: Juventude revolucionária realiza atividade de panfletagem vitoriosa

Juventude democrático-revolucionária mexicana faz panfletagem. Fonte: Solrojista.blogspot

As Brigadas da Juventude Popular (BJP) e o Movimento Estudantil Popular (MEP), organizações democrático-revolucionárias de jovens mexicanos, realizaram uma atividade vitorios de agitação e panfletagem. Mais de dois mil folhetos foram distribuídos pelos ativistas durante a atividade do dia 18/02, denunciando a crise geral do capitalismo burocrático no México, o governo de turno oportunista atual e a próxima edição da farsa eleitoral.

Eles afirmam que a crise estrutural do capitalismo burocrático no México continua a crescer enquanto a emergência sanitária se agudiza. Isso atinge diretamente o proletariado e as massas populares, aumentando o desemprego, o custo de vida, a opressão, a miséria e a repressão.

O governo da “Quarta Transformação” (estratégia do atual governo reacionário mexicano, fruto da promessa de López Obrador de “acabar” com os privilégios dentro do velho Estado) continua a se confirmar como gerente velho Estado de latifundiários e grandes burgueses: implementa a militarização do país, endurece a lei contra os movimentos populares e impõe megaprojetos que causam despejos em massa e mortes em diversas partes do território nacional, em benefício do imperialismo.

Além disso, denunciam que a grande burguesia está preparando o circo eleitoral deste ano, com vistas à eleição presidencial de 2024, “deixando claro que o regime só está interessado em legitimar-se acima das necessidades do povo, que neste momento são absolutamente urgentes”.

“A classe trabalhadora, os camponeses pobres, os povos indígenas, as mulheres e a juventude popular estão carregando o terrível peso desta situação sobre nossos ombros”, afirmam. “Em todos os lugares há novos sinais de inconformidade. A explosão das massas ainda é dispersa e espontânea, mas há diversos e importantes esforços para organizar e unificar esta fúria”.

Durante esse dia de agitação e panfletagem, divulgaram-se dois textos: a Declaração Política da Corrente do Povo-Sol Vermelho, emitida em 10 de janeiro na cidade de Oaxaca, e a Declaração pela Vida do Exército Zapatista de Libertação Nacional, emitida em 1º de janeiro em Chiapas.

O BJP e o MEP aderem a ambas as declarações.

Os movimentos de juventude ainda demarcam com contundência as palavras de ordem NÃO às eleições, SIM às vacinas!; Eleições não são a solução, a solução é Revolução! e Construir a Frente do Povo!

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin