Erro crasso do carniceiro Pazuello

Foto: Reprodução

Imagine alguém que é parte de um grupo que se auto-vangloria ser “mestre em logística”. Assuntos referentes a planejamento, compras em larga escala, distribuição de materiais por um território que abrange todo um continente, formas de transportar cargas enormes (de alimentos até armamentos) – tudo isso esse alguém diz ser capaz porque tem um método acertado. Esse alguém, como que querendo impressionar, fala que é capaz de tudo isso pois se prepara para uma guerra. Se esse alguém for o general da ativa Eduardo Pazuello, algum brasileiro acreditaria? 

Pois foi justamente ele o protagonista de mais uma trapalhada, que se junta à listagem macabra do general da ativa Eduardo Pazuello, o Carniceiro. Se trata do envio de 78 mil doses da vacina para Covid-19 para o destino errado.

O estado do Amazonas, que é atualmente a vitrine do colapso do sistema de saúde no país, esperava receber as dezenas de milhares de doses do imunizante. Devido ao engano do Ministério da Saúde, enviou ao destino errado (Amapá). Com isso, o estado do Amazonas recebeu somente 2 mil doses. Percebido o erro crasso, o governador amazonense Wilson Lima afirmou que tentou, em vão, ligar para o Ministério da Saúde.

Ainda que as 78 mil doses não sejam o suficiente para sanar a crise, o governo do estado colapsado esperava distribuir rapidamente os imunizantes entre os municípios do interior e também para a capital, Manaus. Esse era um esforço para vacinar os idosos de 60 a 69 anos, nesta fase da imunização.

Porém, havia a trapalhada do Pazuello no caminho.

Para corrigir o erro, mais verbas públicas serão destinadas para remanejar as doses.

Até o fechamento desta nota, o estado do Amazonas não havia recebido as doses ainda.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro