PE: Coletivo Mangue Vermelho se soma à campanha de denúncia contra perseguições ao AND

Nota de apoio ao jornal A Nova Democracia:

Diante de um verdadeiro genocídio sistemático conduzido pelo governo dos militares no gerenciamento da pandemia do coronavírus, somado aos amontoados de desempregados famélicos que são empurrados para a extrema pobreza, que nunca deixaram de existir, e sim acentuam-se em razão da crise sanitária que está inseparavelmente atrelada a crise do capitalismo burocrático, o povo brasileiro permanece lutando no campo e nas cidades, nas favelas e nos acampamentos, de forma voraz como sempre o fez por mais de meio milênio. O papel dos monopólios de imprensa, assessores do Estado burguês-latifundiário, não é só mascarar a revolta popular efervescente, mas também legitimar a ordem social vigente. 

Com isso, o papel da imprensa popular é desmascarar a farsa dessa ditadura dos grandes empresários e dos latifundiários, estabelecendo o caminho consequente da Revolução Democrática de novo tipo. Esse é o papel que o jornal A Nova Democracia cumpre em nosso país ao defender as revoltas populares das massas do Brasil e do mundo, que lutam pelo estabelecimento de uma democracia que sirva aos interesses do povo, denunciando o governo militar genocida dos generais e do Jair Bolsonaro - o fraco, juntamente a toda a podre superestrutura brasileira. Porém, as classes dominantes estão utilizando manobras de cerco e de perseguição para atacar os membros do jornal.

É o que sempre fazem para calar a voz do povo brasileiro. Se o papel cumprido pelo jornal AND fosse ínfimo e não representasse nenhuma ameaça para o velho Estado, a intimidação fracassada e desesperada dos reacionários não iria acontecer. Pois que todos estes representantes do velho Estado tremam diante da força do jornal A Nova Democracia. Que estes grupelhos de quinta categoria se enfureçam perante o vigor da luta popular, que caiam de joelhos diante do povo brasileiro. Nada e nem ninguém calará os genuínos democratas.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin