RO: Polícia impede comerciantes a venderem produtos para famílias do Acampamento Manoel Ribeiro

De acordo com denúncias, policiais coagiram ilegalmente comerciantes do município de Corumbiara (Rondônia) e regiões próximas ao Acampamento Manoel Ribeiro com o objetivo de impedir os donos de comércio a venderem produtos às famílias da área.

Os policiais, que seguem a serviço do latifúndio sob ordens do reacionário governador Marcos Rocha e do Secretário de Segurança José Hélio Cysneiros Pachá, ambos perseguidores de camponeses vindos da Polícia Militar, realizaram incursões ilegais a estabelecimentos como mercados e lojas de produtos agrícolas do município e cidades vizinhas, coagindo os comerciantes a não venderem produtos como fogos de artifício, lonas e ferramentas para os camponeses.

Esta ação ilegal se soma a diversas outras que vem ocorrendo desde o fim do mês de março, sendo a mais grave delas o cerco militar que incide sobre o acampamento, onde preparam um massacre de camponeses como o ocorrido em 1995 na mesma região.

Como já noticiado pelo AND, as ações não tem intimidado as centenas de famílias que seguem resistindo aos ataques e ameaças de massacres.

Leia mais: Viva a resistência dos camponeses do acampamento Manoel Ribeiro!

Diante da grave pandemia do Covid-19 que se abate sobre as massas, foi ainda ilegalmente impedida a vacinação que junto a iminência de despejo projeta um cenário de extrema vulnerabilidade às centenas de homens, mulheres, crianças e idosos que vivem, trabalham e lutam por aquelas terras.

Policiamento ostencivo e abordagens arbitrárias contra trabalhadores têm sido a regra nos municípios de Corumbiara e Chupinguaia desde o início do cerco contra o Acampamento Manoel Ribeiro. Foto: Resistência Camponesa

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro