SP: Funcionários da LG fazem greve contra demissões em massa após fechamento de fábrica

Trabalhadores aprovam greve após assembleia realizada no portão da fábrica da LG, em Taubaté, São Paulo. Foto: Reprodução

Operários que trabalham na fábrica da empresa sul-coreana, LG, do ramo tecnológico, iniciaram uma greve, no dia 12 de abril. A ação se dá contra a demissão em massa de 700 trabalhadores, na fábrica da empresa localizada em Taubaté, no interior de São Paulo.

Na última semana, a empresa anunciou o fechamento da fábrica na cidade e a transferência de parte da produção para outras de suas fábricas, localizadas no polo industrial de Manaus, no Amazonas.

Os trabalhadores questionam os valores das indenizações propostas pela empresa. Organizados para resistir em defesa de seus direitos, eles aprovaram uma greve por tempo indeterminado após assembleia no portão da fábrica.

Em nota, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (Sindmetau), Claudio Batista, afirmou: "Se hoje estamos aqui na porta do LG, isso é única e exclusivamente por culpa da empresa. A LG tomou uma decisão unilateral de fechar a fábrica de Taubaté”. E concluiu afirmando: "Nós vamos fazer a luta que for necessária para defender o interesse dos trabalhadores e trabalhadoras”.

A multinacional anunciou que encerrará sua produção de smartphones em nível global até julho. No Brasil, irá transferir a produção de monitores e notebooks para Manaus pois, segundo a empresa, no Amazonas ela terá mais isenções fiscais, fato que fará com que aumente seus lucros.

Operários de outras regiões também se revoltam

O encerramento das atividades da empresa em Taubaté, também prejudicará outras três empresas terceirizadas que prestam serviços exclusivamente para a multinacional. As empresas Blue Tech e 3C, de Caçapava, e a Sun Tech, de São José dos Campos, também fecharão as portas com a saída da LG da região. Essas empresas têm 90% de mulheres entre o quadro de funcionários e elas querem ser incluídas no plano de demissão da LG, para que possam receber as mesmas indenizações dos funcionários. Com isso, 430  trabalhadoras dessas empresas viajaram até Taubaté e se uniram à greve dos trabalhadores da LG.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin