Abrapo denuncia o Estado brasileiro e suas máfias contra o AND

Reproduzimos abaixo nota de solidariedade ao AND e denúncia emitida pela Associação Brasileira dos Advogados do Povo Gabriel Pimenta (Abrapo).

Nota de Denuncia das perseguições e amedrontamento do Estado brasileiro e suas máfias associadas contra o jornal A Nova Democracia (AND)

A Associação Brasileira dos Advogados do Povo Gabriel Pimenta (Abrapo), no exercício do compromisso com os direitos democráticos que é sua razão de ser, denuncia a todos os seus interlocutores e entidades amigas os atos de perseguição e amedrontamento do Estado brasileiro e suas máfias associadas contra o jornal A Nova Democracia (AND).

Sediado no Rio de Janeiro – epicentro também das máfias policiais e parapoliciais que constituem um dos sustentáculos do atual governo brasileiro (governo militar genocida, de Bolsonaro e do Alto Comando das Forças Armadas), o jornal AND é um órgão da imprensa popular e democrática. Há 19 anos, cumpre o papel de defender os direitos do povo e informar sobre suas lutas, bem como de denunciar a deletéria ação do velho Estado brasileiro, inclusive dessas máfias.

Como resultado dessa postura editorial, AND tem hoje significativa repercussão e expressivo número de leitores nos âmbitos democráticos e populares, entre a juventude, os trabalhadores… mas é lido e acompanhado também, para outros fins, por muitos membros do aparato repressivo, preocupados com o que o jornal publica. 

Até há pouco, esses personagens – altos oficiais e ex-parlamentares de notória proximidade com grupos de extermínio da PM, latifundiários e juízes que os protegem – se contentavam em atacar o jornal por meio de processos farsescos. Mas, ultimamente, talvez por efeito dos eflúvios que vêm de Brasília, passaram a se sentir seguros para a ameaça física, não muito velada. 

Desde fevereiro, se vêem militares ou paramilitares à espreita próximo à redação do jornal, e, em mais de uma ocasião, fotografaram, filmara e seguiram ostensivamente jornalistas de AND. Esse é – até agora – o ponto culminante de uma escalada que começou com o incêndio criminoso do comitê de apoio ao jornal em Belo Horizonte, em 2019; e passou também pela invasão dissimulada da redação e sabotagem às suas instalações e equipamentos, em 2020.

A Abrapo, diante disso:

 1) condena de forma veemente esses atos de pressão cometidos contra o jornal por agentes estatais e/ou paraestatais;

2) denuncia essa situação como responsabilidade do Estado brasileiro, conclamando todas as entidades e personalidades democráticas a somar suas vozes em defesa do jornal e da integridade física e moral de seus trabalhadores;

3) reitera seu compromisso com o direito fundamental de A Nova Democracia e seus jornalistas a propagar informações e ideias úteis à luta do povo.

 

Belo Horizonte, abril de 2021. 

Associação Brasileira dos Advogados do Povo Gabriel Pimenta

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
toda segunda-feira, às 18:45

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Paula Montenegro
Taís Souza
Rodrigo Duarte Baptista
Victor Benjamin

Ilustração
Paula Montenegro