AM: Movimento Amazonas Vermelho realiza ação em comemoração ao Dia do Trabalhador em Manaus

O Movimento Amazonas Vermelho (MAV) realizou, no dia 1° de maio, uma série de colagens em homenagem ao dia do trabalhador. A atividade foi realizada no centro de Manaus, lugar de alta circulação de trabalhadores.

O conteúdo da propaganda, além de rememorar o dia do trabalhador, fez um chamado para a construção política combativa e independente através do MAV.

Amazonas Vermelho

O Movimento Amazonas Vermelho surgiu em Manaus por estudantes e trabalhadores que, segundo diz a organização em relato ao AND, “seguindo o exemplo dos comitês sanitários populares formados por todo o Brasil, e em especial, nos estados da Amazônia Brasileira”.

Segundos os ativistas, a organização cumpre o papel de “avançar no trabalho de organização, para proteção, auxiliando e incentivando a luta não somente contra o atual governo de Bolsonaro/generais e sua política genocida de propagação do vírus, mas a todo este velho Estado subserviente ao imperialismo, carcomido que se apresenta cada vez mais distante dos interesses do povo”.

Crise sanitária e organização popular

Manaus foi uma das cidades mais impactadas pela pandemia de Covid-19 no mundo, de acordo com diversos boletins epidemiológicos e demais pesquisas, isso acabou motivando a organização de trabalhadores e estudantes para realização de ações na cidade. 

Apesar da subnotificação dos casos e mortes, as taxas de casos e óbitos provocados pela  Covid-19 no Amazonas continuam entre as mais altas do Brasil. Contudo, boletins epidemiológicos do SUS vem indicando uma forte tendência da “explosão” de casos de outras doenças como: tuberculose, dengue, malária, AIDS, sífilis, diabetes, hipertensão dentre outras apenas em Manaus, no interior do Amazonas a situação se agrava. 

Esse contexto ilustra as precárias condições de vida às quais as massas são submetidas diariamente há muitos anos.

É em meio a esse cenário que os ativistas se propõem a organizar a justa revolta do povo amazonense e, em suas próprias palavras, “se estabelecer como uma organização democrático-revolucionária sob o lema de Servir ao povo de todo o coração!

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin