Noam Chomsky e diversas personalidades e entidades democráticas assinam manifesto em apoio à Liga dos Camponeses Pobres

Diversas personalidades democráticas, nacionais e internacionais, têm se posicionado em defesa das famílias camponesas. A luta camponesa segue enfrentando frontalmente as ações do velho Estado genocida em conluio latifúndio.

Os importantes posicionamentos se dão em resposta a um chamamento feito por dezenas de movimentos e entidades democráticas. Feito diante de um contexto de uma escalada de criminalização contra movimentos populares, a carta ganhou força em meio a uma série de ataques proferidos por Bolsonaro contra os camponeses organizados pela Liga dos Camponeses Pobres (LCP) em Rondônia. O genocida vem taxando o movimento popular de terrorista e incitando ações contra as famílias camponesas.

Entre as personalidades que aderiram está Noam Chomsky, professor Emérito do MIT e professor Laureado da Universidade de Arizona. O linguista é considerado um dos mais importantes  intelectuais vivos e segundo o ranking Thomson Reuters, que mapeia a quantidade de citações e referências em artigos científicos, uma de suas obras está em oitavo lugar no mundo atrás apenas de Marx, Lenin, Shakespeare, Aristóteles, a Bíblia, Platão e Freud. 

Outras importantes personalidades democráticas também seguem aderindo à campanha em defesa das famílias camponesas em luta pela terra. Entre os quais estão o padre Júlio Lancelotti, o filósofo Vladimir Safatle, o chargista Carlos Latuff, o historiador João Carvalho, o professor da Humber College, Tyler Shipley, o músico Leoni, além da banda El Efecto e a Revista Ópera.

Leia também: Dezenas de movimentos e democratas chamam apoio à LCP

Estas assinaturas no referido manifesto somam-se às dezenas de apoios declarados já repercutidos também pelo AND, em campanha que segue propagandeando a justa reivindicação das centenas de famílias e repudiando a criminalização dos que lutam pela terra.

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin