Pichações em apoio à LCP tomam as ruas de todo país

Recebemos em nossa redação imagens de pichações feitas em várias partes do Brasil em solidariedade à Liga dos Camponeses Pobres (LCP).

As pichação trazem as consignas: Abaixo o governo militar genocida de Bolsonaro! Viva a LCP!

Também foram encontradas as consignas: Viva a LCP! Morte ao latifúndio!, Terra para quem nela trabalha! Todo apoio ao Acampamento Manoel Ribeiro!

Os motivos do apoio

Desde que os camponeses organizados pela LCP em meados de 2020 retomaram as terras que restavam da antiga fazenda Santa Elina, em Rondônia, palco da Heroica Resistência Armada de Corumbiara em 1995, e formaram o Acampamento Manoel Ribeiro, o latifúndio em conluio com o velho Estado se assanhou por aterrorizar e criminalizar os trabalhadores para que pudessem colocar em práticas as mais horrendas práticas contra as famílias. 

Diversas atrocidades foram cometidas contra as mais de 200 famílias camponesas do acampamento durante uma operação de guerra ilegal montada pelos reacionários. Houveram perseguições diárias, uso excessivo de bombas de gás lacrimogêneo, tiros de bala de borracha e spray de pimenta, tentativas de invasão, uso de helicópteros sobrevoando o acampamento, cerco ilegal e isolamento da área, impedimento da presença de trabalhadores da saúde em plena pandemia de Covid-19, dentre outros. O último fato ocorrido foi o covarde ataque de policiais contra dez camponeses, prendendo outros quatro, em acusações infundadas e forjadas.

Porém, as famílias resistiram às diversas tentativas de despejo, rechaçando as centenas de forças militares deslocadas para aterrorizar e massacrar os camponeses. Em meio à resistência, prosseguiram com a produção de alimentos e criações, dispostas a pôr em prática a Revolução Agrária proclamada por eles.

Bolsonaro, em meio a um cerco ilegal que acontecia contra os camponeses, afirmou que a LCP tem “levado terror ao campo àquele estado”, tentando tachar como terroristas os que lutam pela terra. Outras declarações de reacionários contra o movimento também foram feitas. O general da reserva e ministro da Defesa, Braga Netto, afirmou também: “O agro é a força desse país. As Forças Armadas estão para proteger os senhores”, em clara resposta ao movimento camponês.

Diante deste cenário de injustiças, somados ao genocídio deliberado que ocorre atualmente sobre o pretexto da pandemia, por todo país se levantam manifestações de apoio à LCP e rechaço a Bolsonaro e generais.

sul

Pichação encontrada na Av. Sertorio, em um muro do Aeroporto de Porto Alegre. Foto: Banco de dados AND

Pichações encontradas em Curitiba, Paraná. Foto: Banco de dados AND

Nas primeiras semanas de julho, dezenas de faixas com a consigna "Viva a LCP!" foram avistadas em locais de grande circulação como rodovias, praças e passarela de Curitiba e de pelo menos três cidades da região metropolitana. Foto: Banco de dados AND

Nas primeiras semanas de julho, dezenas de faixas com a consigna "Viva a LCP!" foram avistadas em locais de grande circulação como rodovias, praças e passarela de Curitiba e de pelo menos três cidades da região metropolitana. Foto: Banco de dados AND

Nas primeiras semanas de julho, dezenas de faixas com a consigna "Viva a LCP!" foram avistadas em locais de grande circulação como rodovias, praças e passarela de Curitiba e de pelo menos três cidades da região metropolitana. Foto: Banco de dados AND

Nas primeiras semanas de julho, dezenas de faixas com a consigna "Viva a LCP!" foram avistadas em locais de grande circulação como rodovias, praças e passarela de Curitiba e de pelo menos três cidades da região metropolitana. Foto: Banco de dados AND

Nas primeiras semanas de julho, dezenas de faixas com a consigna "Viva a LCP!" foram avistadas em locais de grande circulação como rodovias, praças e passarela de Curitiba e de pelo menos três cidades da região metropolitana. Foto: Banco de dados AND

Nas primeiras semanas de julho, dezenas de faixas com a consigna "Viva a LCP!" foram avistadas em locais de grande circulação como rodovias, praças e passarela de Curitiba e de pelo menos três cidades da região metropolitana. Foto: Banco de dados AND

Nas primeiras semanas de julho, dezenas de faixas com a consigna "Viva a LCP!" foram avistadas em locais de grande circulação como rodovias, praças e passarela de Curitiba e de pelo menos três cidades da região metropolitana. Foto: Banco de dados AND

Nas primeiras semanas de julho, dezenas de faixas com a consigna "Viva a LCP!" foram avistadas em locais de grande circulação como rodovias, praças e passarela de Curitiba e de pelo menos três cidades da região metropolitana. Foto: Banco de dados AND

Pichações encontradas em Curitiba, Paraná. Foto: Banco de dados AND

Pichações encontradas em Curitiba, Paraná. Foto: Banco de dados AND

Pichações encontradas em Curitiba, Paraná. Foto: Banco de dados AND

Pichações em apoio à Liga dos Camponeses Pobres vistas em Maringá, Paraná. Foto: Banco de dados AND

Pichações em apoio à Liga dos Camponeses Pobres vistas em Maringá, Paraná. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada em Curitiba (PR). Foto: Banco de Dados AND

Pichação encontrada na região central de Curitiba, no Paraná. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na região central de Curitiba, no Paraná. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na região central de Curitiba, no Paraná. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na região metropolitana de Curitiba, no Paraná. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na região metropolitana de Curitiba, no Paraná. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada no Paraná com assinaturas do Alvorada do Povo. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada no Paraná com assinaturas do Alvorada do Povo. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada no Paraná. Foto: Banco de dados AND

Pichação fotografada por leitores de AND em Sarandi, Maringá (Paraná). Foto: Banco de dados AND

Registro na parede denuncia governo militar genocida de Bolsonaro em Sarandi, Maringá (Paraná). Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na região metropolitana de Curitiba (Paraná). Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na região metropolitana de Curitiba (Paraná). Foto: Banco de dados AND

CENTRO-OESTE

Pichação encontrada na cidade de Goiânia, Goiás. Foto: Banco de dados AND

e

Pichação encontrada em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada em Mato Grosso do Sul. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada em Mato Grosso do Sul. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada em Mato Grosso do Sul. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na cidade de Goiânia, em Goiás. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na cidade de Goiânia, em Goiás. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na cidade de Goiânia, em Goiás. Foto: Banco de dados AND

Pichações encontradas em Goiânia, estado de Goiás. Foto: Banco de dados AND

Pichações encontradas em Goiânia, estado de Goiás. Foto: Banco de dados AND

Pichações encontradas em Goiânia, estado de Goiás com assinaturas do Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR). Foto: Banco de dados AND

Pichações encontradas em Goiânia, estado de Goiás com assinaturas do Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR). Foto: Banco de dados AND

Pichações encontradas em Goiânia, estado de Goiás com assinatura da Liga dos Camponeses Pobres (LCP). Foto: Banco de dados AND

sudeste

Pichação encontrada sob o viaduto da Av. Prefeito Abdo Najar, próximo da Rua dos Cravos, em Americana (SP). Foto: GCM Americana

Pichação encontrada no Bairro de Triagem, no Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

 

Pichação encontrada no Bairro de Triagem, no Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada no Bairro de Triagem, no Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada no Bairro de Olaria, no Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada no Bairro de Ramos, no Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada no Bairro de Ramos, no Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na região metropolitana de São Paulo em frente a uma base da Polícia Militar. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada em Engenho de Dentro, Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada em Vespasiano, Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada no Colégio Machado de Assis, centro de Vespasiano, Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na Avenida Abílio Machado, na altura do bairro Alípio de Melo, na Região da Pampulha, Minas Gerais. Foto: Banco de dados AND 

Pichação encontrada em São José da Lapa, Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada em São José da Lapa, Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada em Vespasiano, Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada em Vespasiano, Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada em um viaduto do VLT em Ramos, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND.

Pichação encontrada no Meier, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND.

Pichação encontrada em São Gonçalo, Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND.

Pichação encontrada em Engenho de Dentro, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND.

Pichação encontrada no Instituto de Educação Professor Ismael Coutinho, em Niterói, Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND.

Pichação encontrada em Engenho de Dentro, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND.

Pichação encontrada em Engenho de Dentro, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND.

Pichação encontrada em Engenho de Dentro, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND.

Pichação encontrada na cidade de Betim, região metropolitana de Belo Horizonte (MG). Foto: Banco de Dados de AND

Pichação encontrada na cidade de Betim, região metropolitana de Belo Horizonte (MG). Foto: Banco de Dados de AND

Pichação encontrada em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Pichação encontrada na zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados de AND

Pichação encontrada na Avenida Presidente Vargas, próxima à Praça da República e a poucos metros do Comando Militar do Leste, Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND.

Pichação encontrada no estacionamento de Hortifruti, no bairro de Vila Isabel, Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND.

Pichação encontrada próximo a uma sede da Previdência Social, na Radial Oeste, Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND.

Rua do Rezende, bairro da Lapa. Foto: Banco de Dados AND

Rua do Senado, Centro do RJ. Foto: Banco de Dados AND

Rua Washington Luis, Lapa. Foto: Banco de Dados AND

Túnel Martim de Sá, Lapa. Foto: Banco de Dados AND

Túnel Martim de Sá, Lapa. Foto: Banco de Dados AND

Estação de metrô Carlos Prates, em Belo Horizonte (MG). Foto: Banco de Dados AND

Muro registrado no Loga da Pampulha, em Belo Horizonte (MG). Foto: Banco de Dados AND

Pichação no banco Caixa Econômica em Ramos, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na Estação Ramos, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na Estação Ramos, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na Estação Ramos, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na Estação Ramos, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na Estação Ramos, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação na loja Leader em Bonssucesso, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada em Inhaúma, Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada no Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontra em São Paulo. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontra em São Paulo. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontra em São Paulo. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada em Guarulhos, São Paulo. Foto: Banco de Dados AND

Pichação encontrada em Guarulhos, São Paulo. Foto: Banco de Dados AND

Pichação em Engenho da Rainha, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND

Pichação em Bonsucesso, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND

Pichação em Engenho da Rainha, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND

Pichação em Engenho da Rainha, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na Estação de Bonsucesso - Praça das Nações, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na Estação de olaria, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND

Pichação localizada em uma estrada movimentada de campinas, com os dizeres "Viva a LCP! Morte ao latifúndio!". Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na loja da Havan recém inaugurada em Montes Claros, Norte de Minas Gerais. Na mesma semana em que a loja foi inaugurada, em um evento que contou com a participação do próprio Luciano Hang, a imagem da pichação repercutiu por redes sociais. Foto: Reprodução

Pichação encontrada por apoiadores no muro do Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran), localizado no centro do Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Registro feito de um muro em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo. Foto: Banco de dados AND

Inscrição encontrada no Beco do Tesouro, próximo à Avenida Passos, região central do RJ. Foto: Banco de dados AND

Pichação em Montes Claros saída para Janaúba, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Pichação próxima ao Terminal de ônibus João Goulart, Niterói, Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND

Pichação no Shopping Bay Market, Niterói, Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND

Túnel Noel Rosa, bairro de Vila Isabel, Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND

Pichação encontrada em Montes Claros em frente a Secretaria de saúde, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Pichação encontrada em Montes Claros, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na Estação Bonsucesso, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na Estação Olaria, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na Estação Ramos, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na Estação Ramos, zona norte do Rio de Janeiro. Foto: Banco de Dados AND

Pichação encontrada na Caixa Econômica da Penha, Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada no muro da Universal da Penha, Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na passagem subterrânea da estação de trem Penha Circular Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na passagem subterrânea da estação de trem Penha Circular Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na estação de trem Penha Circular, Rio de Janeiro. Foto: Banco de dados AND

Pichação na cidade de Januária, norte de Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na cidade de Januária, saída para zona rural, norte de Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na cidade de Januária, saída para zona rural, norte de Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na cidade de Januária, bairro proletário, norte de Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na região histórica da cidade de Januária, norte de Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Pichação encontrada em um bairro periférico da cidade de Januária, norte de Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na cidade de Januária, saída para Itacarambi. Foto: Banco de Dados AND

NORTE

Avenida Rio de Janeiro Areal. Foto: Banco de Dados AND

Ariquemes. Foto: Banco de Dados AND

Avenida Abunã com Rua Júlio de Castilho Olaria. Foto: Banco de Dados AND

Avenida Carlos Gomes Centro. Foto: Banco de Dados AND

Avenida Presidente Dutra CPA Pedrinhas. Foto: Banco de Dados AND

Avenida Presidente Dutra CPA Pedrinhas. Foto: Banco de Dados AND

Avenida Rio de Janeiro prox Trevo do Roque. Foto: Banco de Dados AND

BR 364 Rua da beira bairro Eldorado. Foto: Banco de Dados AND

Porto Velho. Foto: Banco de Dados AND

ua Almirante Barroso, Centro de Porto Velho. Foto: Banco de Dados AND

Rua Anari com rua das Araras, Zona Sul. Foto: Banco de Dados AND

Rua Angico, Zona Sul de Porto Velho. Foto: Banco de Dados AND

Rua Brasília Centro. Foto: Banco de Dados AND

Rua da Beira BR 364 Eldorado. Foto: Banco de Dados AND

Rua José de Alencar Centro. Foto: Banco de Dados AND

Viaduto Rua da Beira com rua do Canal. Foto: Banco de Dados AND

Faixa estendida em passarela na cidade de Belém, Pará. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na cidade de Belém, Pará. Foto: Banco de dados AND

nordeste

Pichação encontrada na cidade de Salvador, Bahia. Foto: Banco de Dados de AND

Pichação em solidariedade a LCP realizada em outdoor feito pelo setor de latifundiários de Pernambuco, localizado na BR 104 em Caruaru-PE. Foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na região Agreste do Nordeste. foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na região Agreste do Nordeste. foto: Banco de dados AND

Pichação encontrada na região Agreste do Nordeste. foto: Banco de dados AND

Pichação na ponte sobre o rio São Francisco. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na ponte sobre o rio São Francisco. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na ponte sobre o rio São Francisco. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na ponte sobre o rio São Francisco, em Pedras de Maria da Cruz. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na ponte sobre o rio São Francisco. Foto: Banco de Dados AND

Pichação na ponte sobre o rio São Francisco, em Pedras de Maria da Cruz. Foto: Banco de Dados AND

Pichações encontradas na Rua Treze de Maio em Recife com assinaturas do coletivo Mangue Vermelho - MV. Foto: Banco de dados AND

Pichações encontradas no Estádio do Arruda. em Recife com assinaturas do coletivo Mangue Vermelho - MV. Foto: Banco de dados AND

Pichações encontradas na Encruzilhada em Recife com assinaturas do coletivo Mangue Vermelho - MV. Foto: Banco de dados AND

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin