Após 65 dias em greve de fome, palestino preso sem acusação é libertado

O preso político palestino Ghadanfar Abu Atwan comemora sua libertação das masmorras israelenses no hospital, após 65 dias em greve de fome. Foto: Abbas Momani / AFP

No dia 8 de julho, o palestino Ghadanfar Abu Atwan, de 28 anos, que foi libertado da prisão israelense após passar 65 dias em greve de fome em protesto contra sua detenção sem ter sido sequer acusado por Israel. Em 03/07, começou a se recusar a beber água também, e, por conta do seu estado de saúde extremamente debilitado, foi transferido para o Hospital Istishari, em Ramallah, na Cisjordânia ocupada. 

Ghandanfar foi recebido no hospital por centenas de apoiadores e manifestantes que celebraram sua libertação. Em entrevista à TV oficial na Palestina, ele homenageou todos os presos palestinos, incluindo seu tio que cumpre prisão perpétua, Munif Abu Atwan, e declarou: “Todas as instituições e organizações internacionais de direitos humanos devem intervir urgentemente para impedir as políticas racistas da ocupação e sua negligência deliberada com a saúde dos prisioneiros, privando-os do tratamento necessário para eles”.

Registros médicos datados de 7 de julho e revisados ​​pelo monopólio de imprensa Associated Press mostram que o palestino passou por vários períodos em que se recusou a beber água ou líquidos com açúcar, sal ou vitaminas, e registram que ele ficou “visivelmente fraco, quase incapaz de falar” e incapaz de mover seus membros inferiores por conta da greve.

Ghadanfar foi levado detido de sua casa na cidade de Dura, na Cisjordânia ocupada, e recebeu uma ordem de prisão administrativa de seis meses. Sua greve de fome teve início em 5 de maio, quando a ordem de detenção administrativa foi renovada. As detenções administrativas são utilizadas por Israel para prender e manter palestinos encarcerados sem registrar acusações formais. A 

A Sociedade dos Presos Palestinos, um grupo de direitos que defende os presos palestinos, denuncia que Ghadanfar foi abusado e agredido durante seu período em cárcere. Em junho, ele havia sido transferido para o hospital israelense Kaplan por conta do seu estado de saúde frágil. Mesmo após as forças israelenses anunciarem que haviam congelado sua ordem de detenção, ele manteve sua greve de fome até sua libertação ser confirmada. 

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin