MG: Grande manifestação contra a privatização da água em Ouro Preto - confira o vídeo

Manifestação contra a privatização da água em Ouro Preto, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Manifestação contra a privatização da água em Ouro Preto, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

No dia 8 de julho, foi realizada uma manifestação contra a privatização da água na cidade de Ouro Preto, estado de Minas Gerais. A manifestação foi convocada pelo Comitê Sanitário de Defesa Popular de Ouro Preto, Mariana e região na ocasião do aniversário de 310 anos da cidade histórica de Ouro Preto.

Os manifestantes marcharam pelas ruas da cidade mostrando o repúdio de toda a população da cidade contra a política de privatização da água em curso na cidade. Durante aproximadamente um mês, o Comitê realizou reuniões de mobilização em diversos bairros preparando a manifestação. Cerca de 300 pessoas organizadas empunhando faixas e bandeiras do Comitê partiram da praça da Estação até a Praça Tiradentes onde foram realizadas falas de diversas lideranças dos bairros e entidades que participaram do ato.

Confira o vídeo: 

Esta é a segunda manifestação convocada pelo Comitê. Na primeira, cerca de 100 pessoas de vários bairros entregaram uma carta do povo de Ouro Preto informando ao prefeito Ângelo Oswaldo (PV), que o povo não aceitará a privatização.

Foi realizada a queima simbólica da Saneouro na praça. A Saneouro é uma empresa pertencente ao grupo monopolista GS Inima, quinto maior conglomerado de empresas da Coréia do Sul. Com negócios nos setores de petróleo, engenharia e construção, energia, dentre outros, conta com faturamento superior a 67 bilhões de dólares.

Em 2018 a gestão entreguista da prefeitura de Ouro Preto deu a concessão do serviço de fornecimento de água e saneamento básico para a empresa sul-coreana.

A tentativa de privatização do serviço de água em Ouro Preto se dá em meio a pandemia e a enorme crise econômica que se agrava a cada dia, o povo tem sido sujeito às piores condições de vida, sem emprego, sem vacina e com aumento diário dos preços dos alimentos e itens básicos de sobrevivência. Historicamente o povo de Ouro Preto, Mariana e região tem enfrentado as consequências do roubo sistemático de suas riquezas naturais, que geram fartura para meia dúzia de grandes bancos e agências do capital financeiro, deixando rastros de lama, soterramentos, mortes, miséria para o povo e dependência econômica para a região. Agora o povo tem seus direitos ainda mais atacados com a entrega de suas águas para mais uma empresa de fachada do grande capital financeiro monopolista, a Saneouro.

O prefeito prometeu em campanha eleitoral tirar a Saneouro e até agora não fez nada para impedir a instalação dos hidrômetros, ao contrário afirmou ser favorável à privatização. O Comitê Sanitário de Defesa Popular convocou, durante a passeata pelas ruas, toda a população para se organizar e participar da grande jornada de lutas contra a privatização organizando comissões de luta em cada bairro e distrito.

Participaram e apoiaram a manifestação as seguintes entidades: Assufop, Adufop, Sinasefe, Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Belo Horizonte - Marreta,  Comitê Sanitário de Defesa Popular da Vila Bandeira Vermelha de Betim-MG, Sindute Ouro Preto, e Sindute Vespasiano, Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de São Julião, Famop, Apaop, dentre outras.

Manifestação contra a privatização da água em Ouro Preto, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Manifestação contra a privatização da água em Ouro Preto, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Manifestação contra a privatização da água em Ouro Preto, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Manifestação contra a privatização da água em Ouro Preto, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Manifestação contra a privatização da água em Ouro Preto, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Manifestação contra a privatização da água em Ouro Preto, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Manifestação contra a privatização da água em Ouro Preto, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Manifestação contra a privatização da água em Ouro Preto, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Manifestação contra a privatização da água em Ouro Preto, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

Manifestação contra a privatização da água em Ouro Preto, Minas Gerais. Foto: Banco de Dados AND

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão 
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin