Novas ações mundiais de solidariedade com a Liga dos Camponeses Pobres!

Novas ações de internacionalismo proletário em apoio à Liga dos Camponeses Pobres (LCP) foram realizadas no final do mês de agosto na Áustria, França e na Galícia. Na França, particularmente, foi feita uma homenagem aos camponeses assassinados Amarildo Aparecido Rodrigues, Amaral José Stoco Rodrigues e Kevin Fernando Holanda de Souza, da Área Ademar Ferreira, em Nova Mutum Paraná, Rondônia.

Os camponeses foram assassinados numa chacina promovida pela Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) de Bolsonaro e Marcos Rocha.

Na Áustria, em Innsbruck, foi organizada uma escola popular cujo mote central foi a solidariedade à LCP. O evento foi organizado com o apoio de ativistas das organizações revolucionárias Coletivo Front Vermelho e Partizan, a segunda formada por imigrantes turcos no país. Houve uma palestra sobre a situação política geral do Brasil, a solidariedade internacional e os recentes desdobramentos da luta dos camponeses pobres pela Revolução Agrária.

Fotos: https://afainfoblatt.com/

Já na França, pichações em solidariedade à Liga foram feitas e faixas foram penduradas Saint-Étienne, Lyon e na região de Paris.

Em Saint-Étienne pichações feitas ao lado de uma estrada exclamava: Glória aos companheiros da Liga dos Camponeses Pobres do Brasil assassinados pela polícia! Camaradas Amarildo, Amaral, Kévin, presentes na luta !! Viva a LCP!. Elas foram assinadas pela Ação Solidária ao Brasil.

Na faixa escrito: Glória aos companheiros da Liga dos Camponeses Pobres do Brasil assassinados pela polícia do genocida Bolsonaro! Viva a LCP!. Fotos: https://comitenouveaubresil.wordpress.com/

Pichação escrita Viva a LCP! Abaixo Bolsonaro!. Foto: https://comitenouveaubresil.wordpress.com/

Na Galícia, pichações em solidariedade à luta dos camponeses pobres pela terra no Brasil foram feitas, exclamando Viva a LCP!, junto com uma foice e martelo.

Foto: http://dazibaorojo08.blogspot.com/

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

LEIA TAMBÉM

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin