Poema: "Sobre a dignidade", de André Moreno

Há dignidade na vida
Quem sabe esteja ofuscada
através das entranhas famintas de uma criança
do miserável morto pelo frio das madrugadas capitais
pelo peso da chibata no lombo dum trabalhador
pela fétida poluição que obrigam-nos a respirar
pelas eternas campanhas eleitorais
pelo horário nobre da televisão
pelo trabalho morto e
mais valia e
exploração
pelo peso da escravidão doméstica e da opressão feminina
pela fila dos desempregados e desamparados
pela prisão de gente inocente
pela massa de jovens deprimidos
pelo latifúndio regado a sangue camponês
pelo genocídio de pretos pobres em favelas afins
pela lotação em necrotério
pelas enchentes e ruas esburacadas
pelas tão aclamadas reformas econômicas
pela história que vendem desta pátria
por esta ditadura de classe
por esta falsa democracia

 

mas sim; há!
há dignidade nesta vida
porém esta não nos será dada qual presente!
Devemos tomá-la!
Sim, tomá-la!
Pois se há estado de miséria para um
Há riqueza exorbitante para outro
Se há um prato vazio
Há mesas fartas
Se há mortes deliberadas
Há vidas inconsequentes

 

Se há penúria
Há de haver resistência!
Se há desgaste
Há de haver luta!
Se há descaso
Há de haver solução!
Se há poder
Iremos tomá-lo!

 

E nesta dialética da existência
Entre a dor que nos imputam e a esperança da liberdade
Surgirá o parto doloroso

 

Esta velhacaria podre produz seu coveiro
Pois se ela nada nos dá
Somente o que podemos querer é
Tudo!

 

Inclusive conquistar
A tão sonhada:
Dignidade!

Ao front! (1937), xilogravura de Hu Yichuan. Foto: Banco de Dados AND

NÃO SAIA AINDA… O jornal A Nova Democracia, nos seus mais de 18 anos de existência, manteve sua independência inalterada, denunciando e desmascarando o governo reacionário de FHC, oportunista do PT e agora, mais do que nunca, fazendo-o em meio à instauração do governo militar de fato surgido do golpe militar em curso, que através de uma análise científica prevíamos desde 2017.

Em todo esse tempo lutamos e trouxemos às claras as entranhas e maquinações do velho Estado brasileiro e das suas classes dominantes lacaias do imperialismo, em particular a atuação vil do latifúndio em nosso país.

Nunca recebemos um centavo de bancos ou partidos eleitoreiros. Todo nosso financiamento sempre partiu do apoio de nossos leitores, colaboradores e entusiastas da imprensa popular e democrática. Nesse contexto em que as lutas populares tendem a tomar novas proporções é mais do que nunca necessário e decisivo o seu apoio.

Se você acredita na Revolução Brasileira, apoie a imprensa que a ela serve - Clique Aqui

Edição impressa

Endereços

Jornal A Nova Democracia
Editora Aimberê

Avenida Rio Branco 257, SL 1308 
Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 2256-6303
E-mail: [email protected]

Comitê de Apoio em Belo Horizonte
Rua Tamoios nº 900 sala 7
Tel.: (31) 3656-0850

Comitê de Apoio em São Paulo
Rua Silveira Martins 133 conj. 22 - Centro

E-mail: [email protected]om
Reuniões semanais de apoiadores
todo sábado, às 9h30

Seja um apoiador você também:
https://www.catarse.me/apoieoand

Expediente

Diretor Geral 
Fausto Arruda (licenciado)
Victor Costa Bellizia (provisório)

Editor-chefe 
Victor Costa Bellizia

Conselho Editorial 
Alípio de Freitas (In memoriam)
Fausto Arruda
José Maria Galhasi de Oliveira
José Ramos Tinhorão (In memoriam)
Henrique Júdice
Matheus Magioli Cossa
Paulo Amaral 
Rosana Bond

Redação
Ana Lúcia Nunes
João Alves
Taís Souza
Gabriel Artur
Giovanna Maria
Victor Benjamin

Ilustração
Victor Benjamin